Alagamentos e 22 arvores derrubadas são resultados de forte temporal em Maringá



Vinte e duas árvores caíram e vários pontos de alagamentos foram registrados em Maringá durante o temporal que atingiu o município na tarde de quinta-feira (16). Segundo o Instituto Tecnológico Simepar, somente ontem, choveu 104,4 mm - quase 46% da média histórica para todo o mês de janeiro, que é de 227 mm. O acumulado de chuvas neste mês já é de 353,6 mm – ou 55,77% a mais do que a média e de acordo com a Defesa Civil, a área mais atingida pelas árvores caídas foi a Zona Sul, incluindo a Zona 2, Centro e Vila Operária. Equipes ainda continuam trabalhando para a retirada de árvores nesta sexta-feira (17). Conforme o Simepar, a época do ano favorece a formação de áreas de chuva mais intensa e não está fora do que costuma ocorrer, principalmente em janeiro. Na região das zonas 4 e 5, em Maringá, a queda de árvores causou vários danos. Na avenida Luiz Teixeira Mendes, a empresária Josiane Branco lamentava o prejuízo. Uma árvore caiu em cima da motocicleta que ela comprou há menos de três meses. Das 24 parcelas, apenas três estavam pagas. "Foi um susto grande. A situação dessa árvore sempre me preocupou", comentou. A árvore também caiu sobre a fiação elétrica e derrubou dois postes.


Fonte: ODiário

Comentários

As mais visitadas

CCJ aprova PEC que exige nível superior para cargos públicos de confiança

Motoristas de carros com câmbio automático podem ganhar CNH específica

Membros do 1º Conselho Municipal da Cultura tomam posse