Ex-vereador é condenado à prisão



O ex-presidente da Câmara Municipal de Guarapuava, na região central do Paraná, Admir Strechar, foi condenado a cinco anos de prisão em regime semiaberto pela Justiça. Ele foi condenado pelo crime de peculato. A decisão da 1ª Vara Criminal de Guarapuava é do dia 10 de dezembro, mas só foi divulgada pelo Ministério Público do Paraná nesta quinta-feira (23). O esquema foi descoberto durante a “Operação Fantasma”, realizada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) de Guarapuava, em outubro de 2011. A operação tinha o objetivo de investigar um esquema de apropriação indevida de parte dos salários de funcionários da Câmara da cidade, por Durante o processo, outras denúncias foram feitas contra o ex-vereador, entre elas a de que ele estaria utilizando dinheiro público para equipar carros. O Ministério Público entrou com várias ações pedindo a condenação do ex-vereador e duas delas foram pela colocação de pneus nos carros particulares de Strechar.um grupo de ex-vereadores.

Comentários

As mais visitadas

CCJ aprova PEC que exige nível superior para cargos públicos de confiança

Motoristas de carros com câmbio automático podem ganhar CNH específica

Membros do 1º Conselho Municipal da Cultura tomam posse