Servidoras são denunciadas por agredir crianças no Paraná

O Ministério Público do Paraná denunciou duas servidoras públicas municipais de Lunardelli, no Norte-Central do estado, por lesão corporal e constrangimento. Os delitos teriam sido cometidos contra quatro crianças que frequentavam as atividades do programa de erradicação do trabalho infantil do Ministério do Trabalho, na instituição Cantinho Agrícola, e que eram monitoradas pelas servidoras. A Promotoria de Justiça da comarca São João do Ivaí, que responde pelo município, já havia recebido denúncias sobre casos de agressões e castigos praticados por funcionários do Cantinho Agrícola, local onde as crianças participavam de atividades no contraturno escolar. A ação só foi fundamentada, porém, a partir de depoimentos e laudos colhidos sobre um caso ocorrido no dia 29 de novembro. No episódio, quatro crianças entraram em uma caixa d’água, aproveitando-se do descuido de uma das responsáveis, e, enquanto brincavam, quebraram a boia do recipiente. Segundo a denúncia, as funcionárias responsáveis ficaram nervosas e esfregaram a bóia danificada na boca das crianças, além de usá-la para bater em suas cabeças. A Promotoria de Justiça de São João do Ivaí encaminhou a denúncia para o juiz de direito da Vara Criminal da comarca. As servidoras foram denunciadas pelos delitos de lesão corporal e por submeter as crianças a constrangimento. Se a denúncia for acatada, as funcionárias devem, dentre outras medidas, permanecer afastadas do Cantinho Agrícola.

Fonte: Bonde

Comentários

As mais visitadas

CCJ aprova PEC que exige nível superior para cargos públicos de confiança

Motoristas de carros com câmbio automático podem ganhar CNH específica

Membros do 1º Conselho Municipal da Cultura tomam posse