Partidos aguardam definição do PMDB



Enquanto todos os olhos estão voltados para a convenção estadual do PMDB, no dia 20 de junho, os demais partidos, em sua maioria, deixaram para os últimos dias promover as convenções partidárias, que vão deliberar sobre coligações e à escolha dos candidatos ao governo do Estado, Senado, Câmara dos Deputados e Assembleia Legislativa. As informações são de Miguel Portela n'O Paraná. De acordo com o TSE, as convenções serão realizadas entre 10 a 30 de junho. O PMDB foi um dos primeiros a marcar a sua convenção estadual no dia 20 de junho em Curitiba. Os delegados vão definir entre candidatura própria ou coligação em apoio à reeleição do governador Beto Richa (PSDB). O PDT, por exemplo, rechaçou a indicação de um vice ao PT e o PP ainda não se manifestou o seu apoio ao governo estadual. Já o PSB realizará a sua convenção estadual nos dias 20 e 21 no Hotel Condor em Curitiba. “Nós decidimos apoiar a reeleição do Beto Richa e essa posição partidária precisa ser votada na convenção. Já comunicamos a Executiva nacional sobre isso e agora vamos aguardar a anuência da nacional e da resposta do PSDB”, afirmou o presidente estadual do PSB, Severino Araújo. Também na majoritária, o PSB pretende indicar o nome do ex-secretário para Assuntos Estratégicos, Édson Casagrande, para ser candidato a primeiro suplente da candidatura de Álvaro Dias ao Senado. A outra hipótese seria Casagrande ser candidato a deputado federal. Na chapa proporcional, o PSB não pretende fazer coligação. “Vamos de “chapa pura” a deputado federal e estadual. Temos vários nomes, mas poderemos lançar apenas 45 candidatos. Queremos dobrar a nossa votação e a nossa representatividade na Câmara Federal e na Assembleia Legislativa”, afirmou Severino.

Comentários

As mais visitadas

OCORRÊNCIAS DO SETOR POLICIAL EM MARINGÁ FINAL DE SEMANA

Ordem de serviço autoriza construção de uma nova Unidade Escolar Estadual em Sarandi

POLÍCIA DE MARINGÁ FLAGRA TÉCNICO DE FUTEBOL ABUSANDO DE MENINA DE 11 ANOS