Juiz determina recontagem dos votos para vereador em Maringá

Os votos das eleições de 2012 para vereador em Maringá terão que ser recontados – o que deve garantir a posse dos candidatos Luizinho Gari e Da Silva, ambos do PDT. O despacho que determina a recontagem foi dado na segunda-feira (8) pelo juiz da 66ª zona eleitoral de Maringá, Devanir Manchini, e publicado nesta terça-feira (9) no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). "Determino à Senhora Chefe do Cartório deste Juízo, as diligências necessárias junto ao TRE-PR e TSE se necessário for, tudo visando apurar o procedimento a ser adotado para o cumprimento da decisão contida no acórdão de fls., ou seja, as providências no sentido de abastecer o sistema, de acordo com as orientações do TSE, no intuito de ser obtido o novo quociente eleitoral", escreveu Manchini. Com a recontagem, Gari e Da Silva devem assumir as vagas de Mariucci (PT) e Adilson Cintra (PSDB). O petista não sairia de imediato da Câmara. Como primeiro suplente do partido, ele permaneceria na Casa substituindo Mário Verri (PT), que está licenciado. A vaga de Verri atualmente é ocupada por Marly Martin (PPL). Não há prazo para a recontagem dos votos. Os advogados do PDT esperam que ocorra ainda nesta semana. Já as defesas de Mariucci, Cintra e, em especial do Partido Verde (PV) – o pivô da crise – podem apresentar contestações à decisão do juiz eleitoral.

Com informações: O Diário Maringá

Comentários

As mais visitadas

CRM-PR retira indicativo de interdição ética da UPA de Sarandi

Semana Jurídica em Sarandi

CEMEI de Sarandi realiza evento cultural em comemoração ao dia das crianças