Juiz determina recontagem dos votos para vereador em Maringá

Os votos das eleições de 2012 para vereador em Maringá terão que ser recontados – o que deve garantir a posse dos candidatos Luizinho Gari e Da Silva, ambos do PDT. O despacho que determina a recontagem foi dado na segunda-feira (8) pelo juiz da 66ª zona eleitoral de Maringá, Devanir Manchini, e publicado nesta terça-feira (9) no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). "Determino à Senhora Chefe do Cartório deste Juízo, as diligências necessárias junto ao TRE-PR e TSE se necessário for, tudo visando apurar o procedimento a ser adotado para o cumprimento da decisão contida no acórdão de fls., ou seja, as providências no sentido de abastecer o sistema, de acordo com as orientações do TSE, no intuito de ser obtido o novo quociente eleitoral", escreveu Manchini. Com a recontagem, Gari e Da Silva devem assumir as vagas de Mariucci (PT) e Adilson Cintra (PSDB). O petista não sairia de imediato da Câmara. Como primeiro suplente do partido, ele permaneceria na Casa substituindo Mário Verri (PT), que está licenciado. A vaga de Verri atualmente é ocupada por Marly Martin (PPL). Não há prazo para a recontagem dos votos. Os advogados do PDT esperam que ocorra ainda nesta semana. Já as defesas de Mariucci, Cintra e, em especial do Partido Verde (PV) – o pivô da crise – podem apresentar contestações à decisão do juiz eleitoral.

Com informações: O Diário Maringá

Comentários

As mais visitadas

CCJ aprova PEC que exige nível superior para cargos públicos de confiança

Motoristas de carros com câmbio automático podem ganhar CNH específica

Membros do 1º Conselho Municipal da Cultura tomam posse