As últimas ocorrências do setor policial



Colisão de carro contra pedra deixa três mortos e um estado grave 


Acidente grave registrado na madrugada desta segunda-feira (29), na BR-116, em Quatro Barras, região metropolitana de Curitiba, deixou três pessoas mortas e uma gravemente ferida. A colisão aconteceu na saída de acesso ao Contorno Leste. O motorista do veículo teria perdido o controle da direção e invadido as margens da rodovia após sair de uma curva. O carro colidiu contra uma pedra, causando danos de grande moO condutor não usava cinto de segurança e foi ejetado. Ele sofreu parada cardiorrespiratória mas foi reanimado pelos socorristas e encaminhado em estado grave a um hospital da região. Não há informações sobre o estado de saúde dele. Três passageiros não resistiram ao impacto da colisão e morreram na hora. O Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba ainda não havia divulgado a identidade deles até as 8h40 de hoje. Os corpos são de uma mulher e de dois homens. Informações extraoficiais dão conta de que as vítimas retornavam de uma festa quando o acidente aconteceu.nta ao Golf. Homem é agredido na zona rural de Rolândia- Um homem foi encontrado ferido na zona rural de Rolândia, região metropolitana de Londrina, na tarde deste domingo (28). A vítima, que não teve a identidade divulgada, tinha várias escoriações pelo corpo e um corte na cabeça. Os policiais compareceram ao local para atendimento após solicitação de populares. Questionado sobre quem seria o agressor, o homem se negou dar informações. Entretanto, testemunhas afirmaram que ele havia praticado pequenos furtos na região e acabou agredido pelos moradores. As informações, no entanto, não foram constatadas e serão repassadas à Polícia Civil. O homem foi encaminhado ao hospital São Rafael. Ele não quis registrar Boletim de Ocorrência (B.O).- 


Rapaz é baleado no rosto em de Maringá


Um rapaz de 33 anos foi baleado de raspão no rosto no fim da madrugada desta segunda-feira (29) na Zona Norte de Maringá.De acordo com a Polícia Militar (PM), a tentativa de homicídio ocorreu por volta das 5h30, na Rua Bolívia, na Vila Morangueira. Uma denúncia relatou que o local é um ponto de venda de drogas (boca de fumo) onde houve alguns disparos de arma de fogo e pessoas saíram correndo. Quando os policiais chegaram, encontraram, caído na calçada e ferido com uma tiro no rosto, a vítima, indetificada como S.M.M., de 33 anos, que estava consciente e disse que o autor dos disparos seria uma mulher. O baleado foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e encaminhado ao Hospital Universitário de Maringá, sem risco de morte.


 Suspeito de homicídio em Sarandi é preso com droga em Campo Mourão



Um suspeito de ter cometido um homicídio em Sarandi (a 10 quilômetros de Maringá) foi preso com drogas em Campo Mourão  na noite de domingo (28). De acordo com a Polícia Militar (PM), por volta das 21h30, houve uma denúncia de que, em uma casa na Rua Tubarão, no Conjunto Montes Claros, havia uma pessoa de nome R.R., de 26 anos, que havia cometido um homicídio há cerca de 90 dias em Sarandi, que estaria traficando em Campo Mourão. O informante dizia que, algum tempo atrás, a polícia já tinha cumprido um mandado na residência em que o suspeito morava com a irmã na área central, porém, naquela época, já havia se mudado, e nada encontraram na residência. O suspeito foi localizado ontem com mais seis pessoas e, em um cômodo separado da casa, os policiais flagraram um prato contendo cinco carreiras de cocaína, uma nota de R$ 2 em forma de canudo, e uma porção de cocaína. O acusado alegou ser usuário e que a droga era para seu consumo pessoal, inocentando as pessoas que ali se estavam. Em um criado mudo, havia ainda uma pequena porção de maconha. No bolso da calça dele, foram achados R$ 16. O suspeito foi detido e encaminhado para a 16ª Subdivisão Policial (SDP). 


 Elementos são detidos com quase 100g de crack em Sarandi 


 Um adolescente de 14 anos, um jovem de 19 anos e um homem de 30 anos foram detidos com quase 100g de crack na noite de domingo (28) no Jardim Independência II em Sarandi . Segundo a Polícia Militar , por volta das 20h, uma denúncia anônima dava conta que, na Avenida Rio de Janeiro, esquina com a Rua Pedro Álvares Cabral, havia um indivíduo vendendo drogas para diversos usuários. No local, os policiais encontraram W.B., 30 anos, que, após receber voz de abordagem, correu para o interior de um sobrado ali existente e tentou reagir. Foi necessário contê-lo com força física. Depois de ser contido, foi encontrado na roupas dele um invólucro plástico que continha cinco pedras de crack prontas para a venda. Na residência dele, os militares encontraram, embaixo do assoalho, uma porção de 16 gramas do mesmo entorpecente. O homem foi detido e indicou onde adquiriu a droga, na Avenida Belo Horizonte, no Jardim Tropical. Lá, foi abordado um adolescente na calçada, R.W.L.A., de 14 anos, que tinha 11 pedras da mesma substância nas mãos e, no chão, próximo dele, R$ 38. Aos policiais, o garoto disse que o "patrão" dele era o vizinho. Na casa do suspeito, H.G.O., de 19 anos, o jovem foi informado de que havia sido denunciado. Então, resolveu indicar um toco de árvore em um terreno baldio em frente à casa dele, onde estavam escondidas duas pedras de crack, que juntas pesaram 75 gramas. Os indivíduos foram encaminhados até a delegacia de Polícia Civil juntamente com toda a droga apreendida.

Comentários

As mais visitadas

CCJ aprova PEC que exige nível superior para cargos públicos de confiança

Motoristas de carros com câmbio automático podem ganhar CNH específica

Membros do 1º Conselho Municipal da Cultura tomam posse