Penitenciária tem nova rebelião após 4 dias

Agentes penitenciários estão sendo mantidos como reféns desde o início da manhã desta terça-feira (16) na unidade II da Penitenciária Estadual de Piraquara (PEP II). O motim acontece no mesmo bloco onde detentos se rebelaram na tarde da última sexta-feira (13). A movimentação, conforme a Secretaria da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos,A rebelião teria se iniciado no instante em que o café da manhã era servido. Dois agentes foram rendidos e estão sob domínio dos líderes da rebelião. A Polícia Militar está no local e inicia a negociação com os presos. As exigências dos rebelados ainda são desconhecidas. O Paraná vive uma série de rebeliões desde a registrada na Penitenciária Estadual de Cascavel no último dia 24 de agosto. Cinco presos morreram na ocasião. Os motins se seguiram em Cruzeiro do Oeste e em Piraquara. Em todas agentes penitenciários foram mantidos como reféns. Na segunda-feira (15), em entrevista ao Paraná TV 1º edição, da RPC TV, o governador Beto Richa (PSDB) falou sobre o assunto. Richa disse que os motins estão sendo investigados pela Secretaria Estadual de Segurança Pública, Polícia Civil e Polícia Miliar. "O que acontece no Paraná, não tenho dúvida nenhuma, é algo orquestrado e já pedimos investigação. Não posso dizer se é algo político, momento de eleição, se é uma situação aproveitada por facção criminosa ou alguns presos que têm alguma demanda e exigem transferência para suas cidades de origem. Mas algo está acontecendo, não há dúvida", destacou. O governador prometeu empenho em esclarecer a situação nos presídios paranaenses. atinge duas galerias.



Comentários

As mais visitadas

Ordem de serviço autoriza construção de uma nova Unidade Escolar Estadual em Sarandi

Sarandi concorre ao Prêmio Gestor Público Paraná

Mulher é assassinada e tem galho introduzido nas partes íntimas