Prefeito é multado por contratar empresa de parentes no Paraná

O Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) aplicou multa de R$ 1.450,98 ao prefeito de Missal, Adilto Luís Ferrari (gestões 2009-2012 e 2013-2016), pela contratação de empresa pertencente a parentes para a prestação de serviços ao Município, localizado na região Extremo-Oeste. Na avaliação do Tribunal, a prática fere os princípios constitucionais da moralidade, impessoalidade, isonomia e eficiência do serviço público. Em 2009, Ferrari contratou a Vaneli & Filho Ltda. para o serviço de transporte de alunos de ensino fundamental, médio e universitário. A empresa pertence a Adilson José Vaneli e Aquilino Luiz Vaneli, respectivamente cunhado e sogro do prefeito. A licitação (Pregão Presencial 19/2009, tipo menor preço), da qual participaram oito empresas, previa a contratação do serviço de transporte escolar por 12 meses, com o pagamento de R$ 114,2 mil mensais. A ilegalidade na contratação foi apontada ao TCE-PR por um cidadão de Missal, em Representação da Lei 8.666/93. O processo, no qual cabe recurso, foi julgado procedente na sessão de 23 de outubro do Pleno do Tribunal, embasado na instrução da Diretoria de Contas Municipais e parecer do Ministério Público de Contas. A multa aplicada está prevista no Artigo 87 da Lei Orgânica do TCE (Lei Complementar Estadual 113/2005). O corregedor-geral, conselheiro Ivan Bonilha, embasou seu voto na Constituição Federal e em jurisprudência que veda a contratação de fornecedores ligados ao gestor público por relações de parentesco por afinidade. Entre essas normativas estão a Súmula Vinculante nº 13 do Supremo Tribunal Federal (que trata de nepotismo, com entendimento do TCE-PR definido pelo Prejulgado nº 9) e o Acórdão 2745/10 do Pleno do TCE (resposta a consulta), além de entendimentos do Tribunal de Contas da União (TCU). Cabe recurso da decisão, que considerou a licitação direcionada pela participação de empresa pertencente a parentes do prefeito. Os prazos passam a contar a partir da publicação do Acórdão no Diário Eletrônico do TCE.

Comentários

As mais visitadas

CCJ aprova PEC que exige nível superior para cargos públicos de confiança

Motoristas de carros com câmbio automático podem ganhar CNH específica

Membros do 1º Conselho Municipal da Cultura tomam posse