Rapaz morre enquanto manuseava arma de fogo em Cianorte, diz polícia



Um rapaz de 20 anos morreu após ser atingido por um tiro em Cianorte, no noroeste do Paraná, nesta quarta-feira (5). De acordo com a Polícia Civil, o jovem estava manuseando uma arma em um estúdio de tatuagem e atirou contra o próprio pescoço. A pistola pertencia ao dono da empresa, que estava no local no momento do disparo. O tatuador de 27 anos foi preso em flagrante e levado para a cadeia pública de Cianorte. O corpo do jovem de 20 anos foi levado para o Instituto Médico-Legal de Cianorte. Segundo o delegado Nilson Rodrigues da Silva, o dono da arma não tem registro ou porte legal de arma de fogo.“O tatuador disse que recebeu essa arma em troca de uma dívida e estava negociando a venda dela com o rapaz que morreu. Falou que não sabia que a pistola estava carregada. No entanto, essa história é confusa, pois na hora do crime a arma estava com cinco cartuchos intactos e um disparado. Por isso, precisamos investigar melhor essa história”, diz o delegado. Peritos do Instituto de Criminalística de Maringá, no norte do estado, fizeram testes nas mãos do rapaz morto e do tatuador para descobrir se há resíduos de pólvora nas mãos dos envolvidos. “Só depois do resultado destes exames é que saberemos com certeza quem foi que atirou”, detalha o delegado.

Comentários

As mais visitadas

Jovem morre ao ser atingido por raio

Estudante é levado à delegacia por ato obsceno dentro de biblioteca de universidade, em Maringá

CRM-PR retira indicativo de interdição ética da UPA de Sarandi