sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

Barrada em porta de banco, mulher fica de sutiã e calcinha



Uma mulher ficou seminua, na manhã desta quinta-feira (4), após ser impedida de entrar em uma agência da CEF (Caixa Econômica Federal) no centro de Sorocaba (99 km de São Paulo) pela porta giratória detectora de metais. Ela afirmou que ficou nua em protesto. A mulher ficou apenas de sutiã e calcinha. Depois, começou a gritar para os seguranças que ela não tinha nenhum metal no corpo, perguntando se havia a necessidade de tirar as duas peças. Ela foi aplaudida por pessoas que presenciaram o rotesto. "Ela ficou brava, começou a gritar, indignada. Depois de voltar algumas vezes, deixar os objetos de metal e ainda assim não conseguir passar, ela tirou a roupa", disse a auxiliar de departamento pessoal Renata Cristina, 29, que presenciou a cena. "Foi tenso. Mas nem sem roupa ela conseguiu passar na porta", disse. A polícia foi acionada e foi ao local mas, quando chegou, a mulher já havia se vestido, embora ainda estivesse no banco. Não foi registrado boletim de ocorrência e a mulher, que não teve a identidade fornecida, foi atendida depois de se vestir e entrar por uma outra entrada. Em nota, a CEF informou esclareceu que utiliza portas automáticas giratórias com detectores de metal em suas agências, de acordo com a Lei 7.102/83, que disciplina o sistema de segurança em estabelecimentos financeiros em todo o território nacional. Ainda segundo a nota, os equipamentos são utilizados pelos bancos para impedir o acesso de pessoas armadas às agências, nunca para criar obstáculos ou constrangimento aos usuários.


Com informações: Bem Paraná 

Nenhum comentário: