Idoso é suspeito de matar namorada de 26 anos



Um homem de 69 anos, morador de Santa Albertina (615 km de São Paulo), é o principal suspeito de ter assassinado na tarde de segunda-feira (29) uma jovem de 26 anos, com quem mantinha "uma relação conturbada", segundo a polícia. Marielle Ieda Vello foi encontrada morta no sítio de João Tanaka com três tiros --no rosto, nas costas e no peito. De acordo com o investigador Percival Rodrigues, havia sinais de luta entre o casal e marcas de sangue pela casa, que fica a dois quilômetros do centro da cidade. A polícia suspeita que a vítima teria ameaçado ou tentado agredir o namorado com a faca. Marielle, de acordo com o investigador, responde processo criminal por tentativa de homicídio. Segundo ele, ela teria cravado um canivete "pequeno" no peito do pai da filha dela, de nove anos, durante uma discussão. A Polícia Militar informou que recebeu um telefonema anônimo, às 15h55 de ontem, informando o crime. Ao chegarem ao local, às 18h, policiais encontraram uma faca no chão e a jovem morta na entrada da cozinha. Segundo um amigo que não quis ser identificado, Tanaka é separado e pai de três filhos. Ele está foragido e não contratou advogado ainda, de acordo com Rodrigues. A expectativa é de que ele se apresente à polícia. A jovem, segundo a polícia, tinha uma loja de bordados, mas, há quatro meses, fechou o negócio e trabalhava em casa.

Fonte: UOL

Comentários

As mais visitadas

CCJ aprova PEC que exige nível superior para cargos públicos de confiança

Motoristas de carros com câmbio automático podem ganhar CNH específica

Membros do 1º Conselho Municipal da Cultura tomam posse