quarta-feira, 6 de agosto de 2014

Moradores do Santana formam comissão para acompanhar obras



A equipe de trabalho do Prefeito de Sarandi, Carlos Alberto de Paula Junior se reuniu neste terça-feira, (5) com os moradores do Jardim Santana, para discutir melhorias para o bairro. Durante a reunião os moradores decidiram formar uma comissão para acompanhar o processo licitatório para as obras de galerias pluviais que vão feitas no bairro, para deixar tudo pronto para a pavimentação asfáltica. 


 Assessoria de Comunicação de Sarandi

Guardas Municipais começam treinamento para usar armas letais



Os agentes da Guarda Municipal de Sarandi vão passar por treinamento para usar as armas letais. Hoje os agentes trabalham com as armas de choque não letais sparks. Desde 2013 a GM, recebeu autorização da Diretoria de Fiscalização de Produtos Controlados do Exercito Brasileiro para comprar as armas letais que foram compradas no final do ano passado, são 24 pistolas calibre 380 e 10 escopetas calibre 12. A GM chamou os 16 aprovados no último concurso, que agora vão receber o treinamento padrão a partir de quinta-feira (7), o curso tem duração de uma semana e aborda temas como: defesa pessoal, treinamento para o trânsito, direção defensiva, atendimento ao público e o treinamento para usar as armas de choque. Segundo o Secretario de Segurança, Aparecido Antonio, este 16 novos agentes também vão participar junto com os outros do treinamento para o uso de armas letais. O curso começa no dia 14 de agosto, a aula inaugural vai ser no 4º Batalhão de Maringá, terá duração de 800 horas aula e será dado por oficiais da Policia Militar. O curso é exigência para obter o porte de arma, e será realizado por meio de um convênio entre a Secretaria do Estado da Segurança Pública, com contrapartida da Prefeitura municipal que será de R$ 76.460,00. Segundo Aparecido, vão participar do curso 35 Guardas, que no final do curso vão passar por uma prova final, os que não forem aprovados, não vão ter permissão para usar as armas e não vão voltar para a Rua, eles vão trabalhar no setor administrativo serviços internos da GM. ”Nós vamos fazer um contra turno, para que o nosso trabalho não fique prejudicado, quem reprovar vai trabalhar nos serviços internos, e vamos abrir um novo concurso para repor o pessoal. Com este porte de arma vamos poder combater os bandidos de igual para igual, porque eles estão com armamentos pesados. Vamos poder dar maior segurança para a população e para os nossos guardas”,explica o secretario. 

 Assessoria de Comunicação de Sarandi

morcego com positivo para raiva é confirmado em Maringá



A Secretaria de Saúde de Maringá confirmou nesta quarta-feira (6), o segundo caso de morcego com caso positivo de raiva neste ano, desta vez no Jardim Alvorada. Desde o início do ano foram encaminhados 43 morcegos para exames laboratoriais no LACEN, sendo o segundo caso confirmado. O primeiro caso do ano foi localizado na zona rural. A Vigilância Sanitária da Secretaria de Saúde já fez o bloqueio da região onde o morcego foi recolhido, no último dia 30 de julho, e as Agentes de Saúde das Unidades Básicas de Saúde de referência para a área estão orientando a população para os cuidados com as pessoas e animais. "É importante ressaltar que a simples presença dos morcegos não representa um risco a saúde das pessoas, o que ocorre apenas se houver um contato com o animal", explica o gerente do Centro de Controle de Zoonoses, Guilherme Pupulin. Ele alerta ainda que o morcego é animal silvestre protegido por lei, e a tentativa de remover ou eliminar a espécie precisa de autorização dos órgãos ambientais. "Se a pessoa encontrar um morcego com alteração de hábito, que não seja pendurado ou voando durante o dia, o animal deve ser isolado, sem contato direto, e a Secretaria de Saúde avisada através da Ouvidoria pelo telefone 156", orienta. O mesmo deve ocorrer em casos de contato de animais de estimação (cães e gatos) com o morcego. No caso de localização de morcegos dentro de quartos ou banheiros, ou em quintais onde são criados animais domésticos, o morador deve procurar uma UBS ou uma das UPAs 24 Horas (Zona Sul ou Zona Norte). Existe o risco de contato involuntário da pessoa ou do animal com o morcego durante a noite, e se esse morcego está dentro de casa, o ideal é procurar a saúde pública imediatamente.

Vereadores, empresários e filhos de prefeito foram presos em operação do Gaeco

Três vereadores, secretários municipais, servidores, empresários e dois filhos do prefeito de São Jerônimo da Serra foram presos nesta quarta-feira (6) em operação deflagrada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco). O Ministério Público apura desvio de recursos públicos na administração Adir dos Santos Leite (PSDB). O chefe do Executivo, conforme o MP, seria a principal peça do suposto esquema. Foram decretados, pela Justiça, ​18​ mandados de prisão (sendo 12 preventivas e ​6​ temporárias). A Justiça também deferiu mandados de busca em 55 locais, incluindo a prefeitura municipal, casas e empresas, e decretou a quebra de sigilo bancário de 51 pessoas e empresas. Em entrevista à rádio Paiquerê AM, o promotor Claudio Esteves informou que o MP também pediu a prisão de Adir. A solicitação foi negada pelo Tribunal de Justiça. O prefeito possui foro privilegiado. A Justiça também não autorizou a prisão da esposa dele. A investigação está em curso há aproximadamente cinco meses e aponta que pessoas ligadas à prefeitura de São Jerônimo da Serra constituíram organização criminosa, juntamente com particulares, para desviar dinheiro público, praticando crimes de peculato, corrupção passiva e ativa, lavagem de dinheiro, fraude a licitação e organização criminosa. Segundo a Paiquerê AM, entre as situações "escancaradas" da farra com o dinheiro público, os envolvidos abasteciam seus carros, de familiares e até de amigos próximos e pagavam com dinheiro do município. O prefeito do PSDB foi encaminhado à delegacia de São Jerônimo da Serra para prestar esclarecimentos. Os policiais encontraram três armas de fogo na casa de Adir dos Santos Leite. O promotor Claudio Esteves adiantou que vai reforçar o pedido de prisão do político. "O pedido de prisão não tem relação com posse ilegal de armas, mas sim devido às investigações no decorrer desses cinco meses", reforçou, em entrevista coletiva. Ainda segundo ele, os documentos analisados nas investigações apontam fortes indícios da prática dos crimes.

Com Informações: Bonde Notícias