sexta-feira, 7 de novembro de 2014

Estudantes de Paranavaí protestam contra violência a professores




Em repúdio a violência sofrida por professores que protestaram nas galerias da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) na terça-feira (4), alunos de uma escola estadual de Paranavaí, no noroeste do estado, realizaram um protesto na manhã desta sexta-feira (7). Aproximadamente 60 estudantes do Colégio Estadual Bento Munhoz da Rocha Neto se reuniram antes do início das aulas para pedir por mais investimento em educação e para mostrar que são contrários a qualquer forma de violência.A ação foi organizada pelo Grêmio Estudantil após uma professora do colégio ficar ferida durante uma manifestação na Alep. Na terça-feira, professores lotaram o plenário do Legislativo insatisfeitos com a votação do projeto de lei autorizando a prorrogação do mandato de diretores das escolas estaduais. Alguns manifestantes foram retirados à força pelos seguranças da Casa após pedido do presidente Valdir Rossoni (PSDB). Depois da confusão, dois professores, ambos de Paranavaí, foram levados para um hospital de Curitiba com suspeita de fratura. “A professora é muito querida no colégio e ficamos muito bravos com a agressão. Então decidimos fazer esse protesto e sair pelas ruas pedindo por mais respeito e investimento”, diz a aluna Iasmim Amaral. “Nós queremos justiça, pois essa situação não pode terminar desse jeito”, acrescenta a integrante do Grêmio Estudantil.