sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

Barrada em porta de banco, mulher fica de sutiã e calcinha



Uma mulher ficou seminua, na manhã desta quinta-feira (4), após ser impedida de entrar em uma agência da CEF (Caixa Econômica Federal) no centro de Sorocaba (99 km de São Paulo) pela porta giratória detectora de metais. Ela afirmou que ficou nua em protesto. A mulher ficou apenas de sutiã e calcinha. Depois, começou a gritar para os seguranças que ela não tinha nenhum metal no corpo, perguntando se havia a necessidade de tirar as duas peças. Ela foi aplaudida por pessoas que presenciaram o rotesto. "Ela ficou brava, começou a gritar, indignada. Depois de voltar algumas vezes, deixar os objetos de metal e ainda assim não conseguir passar, ela tirou a roupa", disse a auxiliar de departamento pessoal Renata Cristina, 29, que presenciou a cena. "Foi tenso. Mas nem sem roupa ela conseguiu passar na porta", disse. A polícia foi acionada e foi ao local mas, quando chegou, a mulher já havia se vestido, embora ainda estivesse no banco. Não foi registrado boletim de ocorrência e a mulher, que não teve a identidade fornecida, foi atendida depois de se vestir e entrar por uma outra entrada. Em nota, a CEF informou esclareceu que utiliza portas automáticas giratórias com detectores de metal em suas agências, de acordo com a Lei 7.102/83, que disciplina o sistema de segurança em estabelecimentos financeiros em todo o território nacional. Ainda segundo a nota, os equipamentos são utilizados pelos bancos para impedir o acesso de pessoas armadas às agências, nunca para criar obstáculos ou constrangimento aos usuários.


Com informações: Bem Paraná 

PORTARIA REGULAMENTA MEDIDAS DE PROTEÇÃO AO TRABALHADOR EXPOSTO AO FUMO

Portaria dos ministérios da Saúde e do Trabalho e Emprego, publicada na edição de hoje (5) do Diário Oficial da União, regulamenta as medidas de proteção aos trabalhadores expostos ao fumo durante o exercício da profissão. Regulamenta também as condições de isolamento, ventilação e de exaustão do ar nos estabelecimentos comerciais destinados especificamente à comercialização de produtos fumígenos, além dos ambientes fechados onde o fumo será permitido – tabacarias, locais de pesquisas e sets de filmagens. Os locais estão previstos como exceção na Lei Antifumo, que entrou em vigor na quarta-feira (3) e proíbe o cigarro em ambientes fechados públicos e privados. As regras estabelecem que o sistema de ventilação seja mantido em operação após a desocupação e a desativação da área exclusiva, sendo desligado automaticamente. O objetivo é exaurir os resíduos e odores que podem permanecer no ambiente fechado. Os revestimentos, pisos, tetos e as bancadas desses locais devem ser resistentes ao uso de desinfetantes, com o menor número possível de ranhuras ou frestas. Já o mobiliário deve ser de material não combustível, de fácil limpeza e que minimize a absorção de partículas. Também está previsto que os serviços de limpeza e manutenção das instalações e dos equipamentos só poderão ser feitos quando os locais não estiverem em funcionamento.

Chico Caiana é eleito presidente da Câmara de Maringá



O vereador Francisco Gomes dos Santos (PTB), o Chico Caiana, foi eleito o presidente da Câmara de Maringá para o biênio 2015/2016, durante sessão extraordinária realizada nesta sexta-feira (5). Ele teve 11 votos, entre sete candidatos. O atual presidente, Ulisses Maia (SDD), teve quatro votos. Edson Luiz (PMN) permanece no cargo de primeiro secretário, eleito com dez votos, contra quatro de Humberto Henrique (PT) e um de Luciano Brito (PSB). O segundo secretário eleito foi Luiz Pereira (PTC). O terceiro, João Batista da Silva (PDT).Brito continua como primeiro vice-presidente. Ele teve os mesmos 11 votos do presidente eleito, derrotando Mário Verri, com quatro. O segundo vice-presidente, cargo ocupado anteriormente por Caiana, agora será Jones Dark (PP). A nova Mesa Executiva toma posse em 1º de janeiro. O presidente terá que nomear, ao assumir o Legislativo, os diretores geral, administrativo, legislativo, o procurador-geral, o assessor de comunicação e o chefe de gabinete. O primeiro secretário nomeará o chefe de gabinete da secretaria.