Vereadores reduzem salários para R$ 970 após pressão popular



A população lotou o plenário da Câmara Municipal de Vereadores de Santo Antônio da Platina (PR) na tarde de ontem (15) para a votação em segundo turno do aumento salarial dos parlamentares da próxima gestão, e conseguiu um fato inédito: ao invés de dobrar os vencimentos dos atuais R$ 3,7 mil para R$ 7, 5 mil, como previa o projeto original, o salário caiu para R$ 970. O projeto, com emenda, foi aprovado por 7 a 1. A terceira votação está marcada para sexta-feira, às 17 horas. Somente o vereador Sebastião Vitral dos Santos Furtado, o Santinho Furtado, votou contra o salário de R$ 970. Ele disse que a emenda que reduz os vencimentos drasticamente é demagógica, e que em todos os anos que atuou na política, nunca viu uma situação parecida, onde os vereadores recuam da própria proposta de dobrar o salário e ainda o reduzem para o mínimo. Pelo projeto original, ou seja, sem emenda, os salários dos vereadores subiriam de R$ 3,4 mil para R$ 7,5 mil. Do presidente da Câmara iria de R$ 4.09 mil para R$ 8.5 mil. Do prefeito subiria de R$ 14, 7 mil para R$ 22 mil, e do vice de R$ 8,5 mil para R$ 13,5 mil. Com a emenda aprovada nesta quarta-feira, os salários ficaram assim: vereadores R$ 970, presidente R$ 970,00, vice-prefeito R$ 970, e prefeito R$ 12 mil.Ainda na sessão desta quarta, o presidente da Câmara Valdir Domingos de Souza anunciou que o projeto que previa o aumento do número de vereadores de 9 para 13, e que seria votado na próxima semana, foi retirado definitivamente. “Vamos continuar com apenas nove vereadores. O projeto está retirado”, afirmou.

Fonte: Ta no Site

Comentários

As mais visitadas

CCJ aprova PEC que exige nível superior para cargos públicos de confiança

Membros do 1º Conselho Municipal da Cultura tomam posse

Motoristas de carros com câmbio automático podem ganhar CNH específica