Justiça bloqueia bens de ex-prefeito e mais 17 por fraude de R$ 40 milhões na saúde



A Justiça determinou liminarmente o bloqueio de bens de 18 pessoas, entre elas o ex-prefeito da gestão 2009-2012 Ivan Rodrigues (PTB), em ação civil pública que investiga fraudes na área da saúde no valor de R$ 40 milhões. As fraudes envolveram a formação de um esquema delituoso para possibilitar direcionamento das contratações, superfaturamento de preços e pagamentos irregulares de serviços não prestados ou cuja prestação não foi comprovada. Investigações que envolveram quebra de sigilo bancário e fiscal e escutas e monitoramento telefônicos, realizadas pela 1ª Promotoria de Justiça da 2ª Promotoria do Foro Regional de São José dos Pinhais e pelo Laboratório de Lavagem de Dinheiro do MP, apuraram que os valores recebidos pelas empresas contratadas pelo município eram repassados a empresas de fachada, constituídas para possibilitar o desvio dos valores, que eram depois sacados em dinheiro e destinados à compra de imóveis e outras finalidades no intuito de "lavar" o dinheiro obtido nas fraudes.

Informou: MP-PR

Comentários

As mais visitadas

CRM-PR retira indicativo de interdição ética da UPA de Sarandi

Semana Jurídica em Sarandi

CEMEI de Sarandi realiza evento cultural em comemoração ao dia das crianças