Justiça bloqueia bens de ex-prefeito e mais 17 por fraude de R$ 40 milhões na saúde



A Justiça determinou liminarmente o bloqueio de bens de 18 pessoas, entre elas o ex-prefeito da gestão 2009-2012 Ivan Rodrigues (PTB), em ação civil pública que investiga fraudes na área da saúde no valor de R$ 40 milhões. As fraudes envolveram a formação de um esquema delituoso para possibilitar direcionamento das contratações, superfaturamento de preços e pagamentos irregulares de serviços não prestados ou cuja prestação não foi comprovada. Investigações que envolveram quebra de sigilo bancário e fiscal e escutas e monitoramento telefônicos, realizadas pela 1ª Promotoria de Justiça da 2ª Promotoria do Foro Regional de São José dos Pinhais e pelo Laboratório de Lavagem de Dinheiro do MP, apuraram que os valores recebidos pelas empresas contratadas pelo município eram repassados a empresas de fachada, constituídas para possibilitar o desvio dos valores, que eram depois sacados em dinheiro e destinados à compra de imóveis e outras finalidades no intuito de "lavar" o dinheiro obtido nas fraudes.

Informou: MP-PR

Comentários

As mais visitadas

CCJ aprova PEC que exige nível superior para cargos públicos de confiança

Motoristas de carros com câmbio automático podem ganhar CNH específica

Membros do 1º Conselho Municipal da Cultura tomam posse