Mulher obriga filha a transar com padrasto para evitar separação



Uma mulher é suspeita de obrigar a própria filha, de 13 anos, a manter relações sexuais com o padrasto para evitar a separação, em Várzea Grande, no Mato Grosso. Segundo a polícia, o serralheiro Alex Júnior Campos, de 22 anos, queria se separar da mulher, Jucinei Carvalho, de 37 anos e para evitar a separação, a mulher ofereceu a filha ao marido para ter relações sexuais. A mulher também tem outra filha, de 16 anos, que confirmou o abuso em entrevista à TV Record. A jovem acrescentou que a mulher ameaçou matar a filha, caso o marido ficasse apenas com a criança, de 13 anos.A irmã da vítima disse ainda a razão porque o padrasto batia na irmã. O suspeito nega a acusação. Questionada se era verídica a informação de que teria obrigado a filha a fazer sexo com o padrasto, a mãe também nega. De acordo com o delegado responsável pelo caso, o serralheiro não está preso porque não houve nenhuma situação em flagrante. Segundo a denúncia, a última relação sexual foi na última quinta-feira (24) e a agressão física, há três dias.

Fonte: R7 Notícias

Comentários

As mais visitadas

CRM-PR retira indicativo de interdição ética da UPA de Sarandi

Semana Jurídica em Sarandi

CEMEI de Sarandi realiza evento cultural em comemoração ao dia das crianças