Mulher obriga filha a transar com padrasto para evitar separação



Uma mulher é suspeita de obrigar a própria filha, de 13 anos, a manter relações sexuais com o padrasto para evitar a separação, em Várzea Grande, no Mato Grosso. Segundo a polícia, o serralheiro Alex Júnior Campos, de 22 anos, queria se separar da mulher, Jucinei Carvalho, de 37 anos e para evitar a separação, a mulher ofereceu a filha ao marido para ter relações sexuais. A mulher também tem outra filha, de 16 anos, que confirmou o abuso em entrevista à TV Record. A jovem acrescentou que a mulher ameaçou matar a filha, caso o marido ficasse apenas com a criança, de 13 anos.A irmã da vítima disse ainda a razão porque o padrasto batia na irmã. O suspeito nega a acusação. Questionada se era verídica a informação de que teria obrigado a filha a fazer sexo com o padrasto, a mãe também nega. De acordo com o delegado responsável pelo caso, o serralheiro não está preso porque não houve nenhuma situação em flagrante. Segundo a denúncia, a última relação sexual foi na última quinta-feira (24) e a agressão física, há três dias.

Fonte: R7 Notícias

Comentários

As mais visitadas

CCJ aprova PEC que exige nível superior para cargos públicos de confiança

Membros do 1º Conselho Municipal da Cultura tomam posse

Motoristas de carros com câmbio automático podem ganhar CNH específica