Garota procurada por latrocínio deixa recado em rede social



Aline Macedo de 19 anos é considerada fugitiva pela polícia, acusada de participar do crime de latrocínio contra o casal Claudemir Ferreira, 41 anos, e Alessandra Scheffer, 24 anos, no dia 13 do mês passado. Deixou uma mensagem em sua rede social (FaceBook). Confira:

“Sei que estou cometendo a maior burrada postando isso! Mais tudo bem vamo la! Quero deixa aqui umas palavras! Bom sei que oq fiz não oi certo! Mais infelismente aconteceu! Não posso muda o passado! agora vou procurar me intender com a lei! Nao vou viver fugindo... E vo pagar pelo que fiz! E que fique bem claro que apenas estava junto e sim fui eu mesmo que planejei o assalto! Infelizmente o Homem reagil e u dos menores atirou nele! e o Outro mato a mulher! Ai pegamos a camionete e seguimos até sinop Mais ai a gente teve a estupidez de capota a camionete! Voces devem estar perguntando a onde eu estou neh? Sabe onde eu to? Na cidade do vai cuida da sua vida No bairro vai se fude na rua Cala a boca e me deixa em paz! Capito a msg ZÉ POVIIIIIM????? E outra quando passa na televisão pra vcs não reagirem a um assalto NÂO REAJAO!!! Pocha cara vcs nao sao super herois nao! Peço perdao pra Deus pelo que fiz! Mais infelizmente é a vida! Mais intao deixo aki meu abraço Pros verdadeiros os que realmente andarao lado a lado! Óh só que vcs lembre de mim peloo meu lado bom! A q brinca atenta e treta por qualquer coisa! Os que conviverao cmg tlg duq to falando! Fica Na Fé FAMILIA! Que eu já to indo!!!". A mensagem já foi retirada da rede social.

Ela é acusada no envolvimento do roubo de uma caminhonete S-10 e assassinato do casal, juntamente com os menores de idade, K. A. de 17 anos e W.A. F. de 13. O adolescente de 13 anos, foi detido pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (DERF), de Sinop e encaminhado para Cuiabá. Os demais envolvidos continuam foragidos.

O crime:

Um casal foi encontrado morto às margens de uma estrada vicinal, no município de Juara, na quarta-feira (14/10). De acordo com o delegado da Polícia Civil Carlos Henrique Engelmann, que está investigando o crime, eles foram executados. Os corpos tinham marcas de tiros. Os suspeitos do crime são dois adolescentes e um deles, de 13 anos, já foi apreendido.

As vítimas foram abordadas por três adolescentes quando chegavam na casa do empresário, ainda estavam dentro do carro.  Os criminosos levaram o casal por volta de 21h:00 de terça-feira (13) para a mata e lá foram executados.

Os corpos foram encontrados com as mãos amarradas e com a cabeça coberta por uma fronha.

Depois do crime, os suspeitos fugiram com a caminhonete com destino a Sinop, e capotaram o carro no caminho. Sem ferimentos, eles pediram carona na estrada e chegaram até a cidade.

Um dos suspeitos, de 13 anos, foi apreendido em Sinop nesta quarta-feira. Outros dois suspeitos, sendo que o terceiro teria ajudado na fuga, estão foragidos. Conforme o delegado, eles já tinham outras passagens pela polícia.

A caminhonete do empresário foi encontrada na MT- 220, próximo ao trevo da BR-163. Em depoimento, o adolescente apreendido disse ter presenciado o crime, mas negou ter atirado no casal. Os corpos das vitimas foram encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML) de Juína.

Comentários

As mais visitadas

CCJ aprova PEC que exige nível superior para cargos públicos de confiança

Motoristas de carros com câmbio automático podem ganhar CNH específica

Membros do 1º Conselho Municipal da Cultura tomam posse