Sarandi: Homem é condenado a 12 anos de prisão por colocar fogo em bebê




Um homem residente da cidade de Sarandi, região de Maringá, foi condenado a 12 anos e oito meses de prisão, em regime fechado, por colocar fogo em bebê. O julgamento foi realizado na última quarta-feira (25), pelo Tribunal do Júri, que condenou o homem por homicídio triplamente qualificado. 

O crime ocorreu em janeiro deste ano, durante uma discussão entre o homem e a mãe do menino, sua companheira. O homem espalhou líquido inflamável no colchão e ateou fogo no quarto onde o bebê, na época com apenas 7 meses, dormia. 

A criança sofreu queimaduras graves em 50% do corpo e precisou passar por diversas cirurgias para enxerto de pele. Atualmente a criança vive com familiares em Maringá.

Comentários

As mais visitadas

Ordem de serviço autoriza construção de uma nova Unidade Escolar Estadual em Sarandi

Sarandi concorre ao Prêmio Gestor Público Paraná

Sem cueca e usando saia, homem mostra pênis para adolescentes