quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Placa proíbe sexo em via publica




Moradores do bairro Ronda, em Ponta Grossa, decidiram agir por conta própria para acabar com o sexo explícito no meio da rua. Após cinco meses, instalaram placas proibindo o ato sexual em vias públicas. A situação era flagrante na rua Braulina de Quadros e acabou se intensificando nos últimos 15 dias. Os moradores afirmaram que já alertaram a polícia e nada foi feito. As placas 'Proibido sexo aqui - sujeito à prisão' foram instaladas no sábado e já deram resultado. Pelo menos no último final de semana, ninguém apareceu na região durante a madrugada. A curiosa placa está instalada a poucos metros da prefeitura. 

As informações são do Jornal da Manhã.

Dilma faz "a vaca engasgar de tanto tossir", diz Marta




A senadora Marta Suplicy (PT-SP) fez mais uma vez críticas ao governo de Dilma Rousseff. Em artigo na Folha de S. Paulo, a ex-ministra da Cultura afirmou que “se tivesse havido transparência na condução da economia no governo Dilma, dificilmente a presidente teria aprofundado os erros que nos trouxeram a esta situação de descalabro”. "Não estaríamos agora tendo de viver o aumento desmedido das tarifas, a volta do desemprego, a diminuição de direitos trabalhistas, a inflação, o aumento consecutivo dos juros, a falta de investimentos e o aumento de impostos, fazendo a vaca engasgar de tanto tossir", completou Marta. No começo do mês, ela foi entrevistada pelo O Estado de S. Paulo e também criticou o seu partido: "ou o PT muda ou acaba", destacou ao jornal. No texto de hoje Marta destacou ainda a nomeação de Joaquim Levy foi feita sem que houvesse explicação."O simpatizante do PT não entende o porquê. Se tudo ia bem, era necessário alguém para implementar ajustes e medidas tão duras e negadas na campanha? Nenhuma explicação". "O PT vive situação complexa, pois embarcou no circo de malabarismos econômicos, prometeu, durante a campanha, um futuro sem agruras, omitiu-se na apresentação de um projeto de nação para o país, mas agora está atarantado sob sérias denúncias de corrupção", afirmou a senadora, ressaltando que nada foi explicado ao povo brasileiro, que sente e sofre as consequências e acompanha "atônito" um estado de total e ausência de transparência.

40 mil param no Paraná contra medidas de Dilma




A Força Sindical organiza amanhã (quarta-feira, 28) um protesto de 40 mil metalúrgicos por todo o Paraná contra as medidas da presidente Dilma Rousseff (PT) que cortou benefícios trabalhistas e previdenciários dos trabalhadores brasileiros. De acordo com a central, em Curitiba e região metropolitana, os trabalhadores vão fazer protestos e paralisações desde a madrugada em várias fábricas como Bosch, CNH, Volvo, Perfecta, Seccional, Aker Solutions, Hass do Brasil, Volkswagen, Renault e Brafer. Às 10h, os trabalhadores protestam na Praça Santos Andrade, em frente ao prédio do INSS. Centenas de trabalhadores de Londrina, Maringá, Cascavel e Foz do Iguaçu vêm para a capital para “engrossar” a manifestação.

Deputados do Paraná ganham 26,35% de aumento nos subsídios




Naquele que deve ser um dos últimos atos de sua gestão, o presidente da Assembleia Legislativa (AL) do Paraná, Valdir Rossoni (PSDB), autorizou o já esperado aumento de 26,35% nos vencimentos dos 54 deputados estaduais que assumirão seus mandatos a partir de 1º de fevereiro. O Ato da Mesa Executiva que oficializa o reajuste foi publicado na edição de ontem do Diário Oficial da Casa. Conforme o documento, os salários dos parlamentares passarão dos atuais R$ 20 mil para R$ 25,32 mil. O impacto estimado nas contas públicas é de aproximadamente R$ 3,42 milhões por ano. Isso sem contar as outras verbas as quais os membros da AL têm acesso, como as despesas de custeio (R$ 31,47 mil mensais cada). Para que o acréscimo entrasse em vigor no próximo domingo, data da posse dos eleitos, o despacho precisava ser assinado por Rossoni, pelo primeiro secretário da Casa, Plauto Miró (DEM), e pelo segundo secretário, Ademir Bier (PMDB), até 31 de janeiro, quando se encerra a 17ª Legislatura (2011 a 2014). Não é exigida a sanção do governador Beto Richa (PSDB). Tanto a Constituição Federal, em diversos artigos, como a Estadual, no 54, estabelecem que os vencimentos dos membros da AL sejam equivalentes a no máximo 75% do que recebem, em espécie, os parlamentares em Brasília. Com o passar do tempo, porém, o teto acabou virando regra. Há sete anos, a Casa aprovou também a lei estadual 15.433, que tornou automático o aumento para os seus integrantes, sempre quando houver alteração nos subsídios dos congressistas. O "efeito cascata" consta, ainda, da resolução 4/2011, que alterou o regimento interno da AL. Segundo o artigo 57, o subsídio será estabelecido a cada Legislatura, com base nos dispositivos constitucionais. Ou seja, como no Congresso os salários subiram de R$ 26,7 mil para R$ 33,7 mil, era praticamente certo que o mesmo ocorreria em âmbito estadual.

Começa 2ª etapa da extinção do dinheiro nos ônibus de Maringá

O fim do dinheiro nos ônibus de Maringá tem a segunda etapa nessa quarta-feira (28), com a recusa em mais 43 linhas do município (veja lista abaixo). Na sexta-feira (23), 19 linhas já passaram a aceitar apenas o cartão passe livre como passagem.A última etapa será no dia 4 de fevereiro, abragendo dez linhas. De acordo com a própria administração municipal, 1,6 mil pessoas ainda usam, frequentemente, dinheiro para o uso do transporte coletivo. A decisão de recusar o dinheiro em etapas foi tomada, segundo a Prefeitura, considerando as linhas em que menos se utilizava dinheiro para o pagamento do transporte. De acordo com a própria administração municipal, 1,6 mil pessoas ainda usam, frequentemente, dinheiro para o uso do transporte coletivo.


Veja as linhas que não aceitam mais cartão, a partir desta quarta-feira:
8  Interbairros  - Avenida Guaiapó / Praça Ivaí
9  Interbairros  -  Praça Ivaí / Conjunto Guaiapó
10  Universidade
11  Vila Esperança
20  Av. São Domingos
21  Av. Tuiuti
22  Conjunto Guaiapó
23  Conjunto Requião
40  AABB
131 Jardim Vitória
137 Conjunto Hermans M. Barros
138 Jardim Miosotis
141 Parque Avenida
152 Conjunto Branca Vieira
169 Jardim Alvorada
175 Jardim Sumaré
177 Jardim Ebenezer/ Parque Itaipu
178 Floriano
204 Jardim Licce
205 Thermas
220 Jardim São Clemente
233 Guaiapó
234 Conjunto Champagnat
235 Jardim Campos Eliseos
242 Jardim América
243 Jardim Liberdade
314 Vila Nova / Bunge
414 Hospital Municipal
427 Jardim Cerro Azul
458 Jardim Universo - Via Cerro Azul
460 Jardim Olímpico
461 Jardim Ouro Cola
466 Conjunto Borba Gato
528 Jardim Oásis / Ceasa
531 Copasa
713 Parque Hortência
721 Moradia Atenas
722 Conjunto Ney Braga
734 Parque Das Laranjeiras
735 Jardim Rebouças
736 Jardim Paris
140E Conjunto Hermans M. Barros / Centro - Executivo
223E Praça São Vicente / PUC - Executivo