segunda-feira, 8 de junho de 2015

Professores tomam café em frente à casa de Beto Richa



Um grupo de professores da rede estadual de ensino realizou um protesto em frente ao prédio onde o governador Beto Richa (PSDB) mora, no bairro Mossunguê, em Curitiba, durante a manhã desta segunda-feira (8). Os manifestantes estenderam uma toalha na calçada do edifício e espalharam, no local, garrafas de café e comida. Os professores tinham a intenção de oferecer um café da manhã completo ao governador. No entanto, Richa não apareceu e frustrou o objetivo dos docentes. De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Paraná (APP-Sindicato), os professores tinham a intenção de restabelecer o diálogo com o governador por meio do protesto. A manifestação foi realizada entre 7h e 9h. Durante o período, os docentes entoaram diversos cânticos direcionados ao governador Beto Richa.

AUTOR DE ROUBOS REALIZADOS NO FERIADO VOLTA PARA A CADEIA



Policiais militares da ROTAM, pertencentes ao 8º Batalhão, prenderam na manhã desta segunda-feira (08) o autor de roubos realizados na data de sábado (06). Algumas das vítimas reconheceram o jovem de 19 anos. Por volta das 11h30min as equipes realizavam diligências no bairro Etore Giovine, Paranavaí, quando abordou o suspeito que possuía características semelhantes com as que foram colhidas no local do crime e em seguida o encaminhou até a delegacia. Quatro vítimas reconheceram o jovem de alcunha “dentinho” como sendo o autor de um dos roubos ocorrido em um comércio no sábado. Na ocasião havia 07 pessoas no estabelecimento comercial que presenciaram o fato. O autor havia sido posto em liberdade no dia 22 de maio por meio de força de revogação de prisão preventiva. O indivíduo já possui várias passagens desde a adolescência, sendo elas: violação de domicílio e drogas para consumo pessoal no ano de 2012. Já em 2013, dentinho teve passagens por tráfico, receptação de veículos furtados, furto à residência, e teve um boletim de ocorrência onde foi abordado por ser suspeito de um roubo. Em 2014 teve passagem por receptação de veículo furtado, porte ilegal de arma de fogo, dois por direção perigosa e desacato, e a penúltima que foi pelo crime de roubo que acarretou em sua prisão que teve mandado expedido em setembro de 2014. No último sábado, após 15 dias em liberdade voltou a roubar, porém, agora preso pela Polícia Militar, deverá responder na justiça pelo crime. As diligências continuam a fim de localizar outros possíveis suspeitos e a relação com outros crimes que aconteceram neste feriado. 


 Com Informações: Comunicação Social 8º BPM