sexta-feira, 14 de agosto de 2015

Drogas são encontradas em Creche de Sarandi

Foi durante a manhã desta sexta-feira (14), quando funcionarias do CMEI, Livania que fica no jardim Verão estavam fazendo limpeza no Pátio, e em dado momento encontraram uma sacola com algo dentro. O pacote chamou a atenção das funcionárias, que  suspeitaram que seria droga. Segundo Cido Polícia chefe da Guarda Municipal,  direção da escola entrou em contato com a guarnição relatando o ocorrido. Diante da situação foi deslocada uma equipe até o local e foi constatado que seria dez trouxas de maconha embalada para venda e segunda Cido, possíveis traficantes usam aquele local para traficar, haja visto que tinha um banquinho feito de lajota e um buraco no muro  onde os mesmos usam para passar a droga. O chefe da Guarda acredita que os traficantes teriam deixado essas porções da dogra para serem vendidas no período da tarde. O local fica atrás de uma casa velha no pátio e o muro é alto facilitando assim para que os mesmos possam se esconder  da Policia.




Homem confessa ter matado menor grávida com quem mantinha caso extraconjugal

Izadora Cabral Pereira, de 14 anos, desaparecida desde o último sábado (8) em Santa Cruz do Monte Castelo, no Noroeste do Paraná, foi encontrada morta na tarde desta quinta-feira (13). O corpo dela estava em uma estrada rural do município. Um homem, que ainda não teve a identidade e idade divulgadas, foi preso após confessar o crime. De acordo com a Polícia Civil, ele mantinha um caso extraconjugal com a adolescente. No dia do seu desaparecimento, ele recebeu a notícia de que a menor estava grávida. Ao delegado, ele contou que exigiu o aborto, mas Izadora se recusou a fazê-lo. Desesperado, o suspeito decidiu matá-la. Após o homicídio, o acusado se livrou do celular da vítima e abandonou o corpo na zona rural. 


Com informações do G1 PR

Caminhão desvia de acidente e mata menina de 3 anos no acostamento



Uma tragédia foi registrada na tarde desta quinta-feira (13), na avenida Presidente Kennedy (trecho urbano da BR-376), em Ponta Grossa. Uma menina de apenas 3 anos morreu após ser atingida por um caminhão. A criança estava no acostamento da rodovia. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, instantes antes havia acontecido um acidente entre um VW Gol e um caminhão. Ninguém ficou ferido, porém os veículos ficaram parados bloqueando uma das pistas. Aguardando apoio, as pessoas envolvidas na batida aguardavam ao lado, sentadas no guard-rail. Conforme a PRF, um segundo caminhão não conseguiu frear a tempo e tentou desviar da fila que se formava para não causar um engavetamento. O veículo invadiu o acostamento e atropelou a menina. A garota foi arrastada e teve morte instantânea. O motorista do caminhão relatou à PRF teve a visão encoberta pelos outros veículos, por isso não conseguiu perceber a presença de pessoas próximo ao guard-rail. A avó - que conduzia o carro - ficou em estado de choque ao ver o acidente e precisou de atendimento médico. O corpo da criança foi recolhido ao IML de Ponta Grossa. O motorista do caminhão foi submetido ao teste do bafômetro e nada de irregular foi encontrado. Ele prestou depoimento e foi liberado posteriormente.