quinta-feira, 10 de setembro de 2015

Servidor público de Sarandi é preso pelo GAECO

Foi preso na tarde desta quinta-feira (10) em Sarandi, um servidor público acusado de corrupção passiva. A prisão foi realizada pelo núcleo de Maringá do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), que prendeu em flagrante, Celso Ricardo Paraná, que está lotado na Secretaria Municipal de Saúde. Com ele foram apreendidos valores em dinheiro e cheques fruto de recebimento de propina, por ter liberado irregularmente alvará de licença para funcionamento de empresa de próteses dentárias.
De acordo com informações,o Gaeco vai requerer judicialmente o afastamento do servidor de suas funções até o final das investigações.O mesmo é auxiliar administrativo, da Vigilância Sanitária.

Panela de pressão explode na cozinha de colégio em Sarandi

Segundo informações, uma panela de pressão explodiu na cozinha do Colégio Pe José de Anchieta, que fica no Jardim Verão em Sarandi. Uma pessoa teria se ferido e foi conduzida para o Hospital Metropolitano.




Saúde de Sarandi realiza o 1º Workshop de Enfermagem



A Administração Municipal de  Sarandi está investindo na qualificação das equipes de enfermagem, da Unidade de Pronto Atendimento e UBSs. A Secretaria Municipal de Saúde  e a coordenação e direção da Unidade de Pronto Atendimento ( UPA) de Sarandi promovem o 1° Workshop de Enfermagem de Sarandi, no Centro de Especialidades, nos dias 22 e 23  de setembro.
O objetivo é ensinar e transferir conhecimentos capacitando e aprimorando para humanizar e qualificar o atendimento a população sarandiense.
As vaga são limitadas, as  inscrições podem ser feitas até o dia 16 de setembro para a Unidade de Pronto Atendimento, após esta data será oferecido para os outros serviços  de saúde do município. Certificado de 20 horas para participação em 75% das palestras.
Programação
-Abertura com o Secretario Municipal de Saúde
-Motivação-Nilson Oliveira
-Notificações e Agravos-Ayla Veiga
-PCR/RCP-Cezar Andreazzi
-HIV/AIDS-Dr. José Ricardo Colleti
-Auto Maquiagem-Aline Dantas
-Pacientes Idosos-Ronaldo Zopellaro
-Anotações de Enfermagem-Marcos Bentti
-Exames Laboratoriais-Carlos Benevento
Inscrições gratuitas.


Assessorias de Comunicação de Sarandi

PM prende suspeito de latrocínio em Paranacity

Policias militares do 8º batalhão prenderam um indivíduo de 22 anos com mandado de prisão em Paranacity por volta das 14hs desta quarta-feira (09). O detido é suspeito de ter cometido um latrocínio. Durante patrulhamento de rotina os policiais avistaram o indivíduo no pátio do terminal rodoviário, sendo abordado e constatado um mandado de prisão em seu desfavor. O jovem é suspeito de ter cometido um latrocínio no dia 28 de março deste ano em Paranacity, ocasião em que um senhor de 78 anos foi encontrado amordaçado, com as mãos amarradas e ferimentos na cabeça em sua residência que também funciona como um bar. O detido foi encaminhado para a delegacia, aonde se encontra à disposição da Justiça.






Com informações: Comunicação Social do 8º BPM

Mulher morre após colidir com placa de sinalização em Sarandi



Uma mulher de 54 anos morreu após se envolver um acidente de trânsito na noite desta quarta-feira (9), Ivaneide Aparecida Gonçalves Menegazi conduzia uma moto quando perdeu o controle da direção e colidiu contra uma placa de sinalização. O acidente ocorreu por volta das 19h, na marginal da rodovia BR-376. Com o forte impacto da colisão, o capacete da vítima se soltou e ela bateu a cabeça na placa, vindo a óbito no local. O corpo da mulher foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Maringá.

Quadrilha fraudava pagamento de prêmio de loterias



A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira (10) a "Operação Desventura" com objetivo de desarticular uma organização criminosa especializada em fraudar o pagamento de loterias da Caixa Econômica Federal por meio da validação fraudulenta de bilhetes de loteria. Os valores desviados podem atingir cifras milionárias. Os valores dos prêmios não sacados seriam destinados ao Fundo de Financiamento Estudantil (FIES). Em 2014, ganhadores de loteria deixaram de resgatar R$ 270,5 milhões em prêmios da Mega-Sena, Loteca, Lotofácil, Lotogol, Quina, Lotomania, Dupla-sena e Timemania. Aproximadamente 250 policiais federais estão cumprindo 54 mandados judiciais, sendo cinco de prisão preventiva, oito de prisão temporárias, 22 conduções coercitivas e 19 de busca e apreensão, nos estados de Goiás, Bahia, São Paulo, Sergipe, Paraná e no Distrito Federal. Os investigadores constataram que o esquema criminoso contava com a ajuda de correntistas do banco, que eram escolhidos por movimentarem grandes volumes financeiros e que foram usados para recrutar gerentes da Caixa para serem utilizados na fraude. Dentre esses correntistas foi identificado, inclusive, um ex-jogador de futebol da seleção brasileira. De posse de informações privilegiadas, a quadrilha contatava esses gerentes, que se encarregavam de viabilizar o recebimento do prêmio por meio de suas senhas, validando, de forma irregular, os bilhetes falsos. Durante as investigações um integrante da quadrilha chegou a ser preso quando tentava aliciar um gerente para o saque de um bilhete de loteria no valor de 3 milhões de reais. Poucos dias depois de liberado pela polícia foi executado em condições que ainda estão em investigação. Durante a investigação foi possível identificar ainda a atuação de doleiro na organização criminosa, além da prática de outros delitos como fraude na utilização de financiamentos do BNDES e do Construcard e liberação irregular de gravame de veículos. A investigação conta com o apoio do Setor de Segurança Bancária Nacional da Caixa Econômica Federal. Os envolvidos responderão por organização criminosa, estelionato qualificado, tráfico de influência, corrupção ativa e passiva, falsificação de documento público, evasão de divisas.