quarta-feira, 23 de setembro de 2015

Professor grava colegas de trabalho em banheiro feminino de escola



Um professor da rede estadual de ensino, contratado pelo Processo Seletivo Simplificado (PSS), gravou imagens de professoras usando o banheiro do Colégio Estadual Professora Lúcia Barros Lisboa, zona norte de Londrina. O caso aconteceu na última sexta-feira (18), segundo informou o Núcleo Regional de Educação (NRE). De acordo com a chefe do NRE, Lúcia Cortez, o docente usou uma meia furada para esconder o aparelho, deixando a lente exposta, na tentativa de camuflar a ação. "Uma servidora entrou no banheiro no final da tarde, encontrou o celular perto dos materiais de limpeza e levou até a sala das professoras, que estavam em aula-atividade. Uma delas tirou o chip, colocou em outro aparelho e conectou-o a um computador. As imagens realmente estavam gravadas no dispositivo. A partir daí, todas foram até a delegacia e confeccionaram o boletim de ocorrência", explicou. A chefe do NRE ainda garantiu que a direção da escola tomou todas as medidas cabíveis. "A denúncia junto à ouvidoria foi feita na manhã de ontem. O professor compareceu na companhia de um advogado e deu sua versão", afirmou. Ele teria tentado, inicialmente, negar a autoria do vídeo, mas as imagens também mostram seu rosto no momento em que ele preparava o esconderijo. "Ele ainda tentou alegar que havia perdido o aparelho", completou. Uma sindicância já foi instaurada para apurar o caso, a qual resultará em processo administrativo. As investigações acerca do episódio, no entanto, estão paralisadas devido a um atestado médico apresentado pelo professor na tarde de ontem. "O documento solicita afastamento de 15 dias. Por isso, durante esse período, não poderemos dar andamento ao processo. Temos que aguardar o retorno para retomá-lo", detalhou Lúcia. As penalidades vão desde uma advertência até a exoneração do cargo. "São medidas pelas quais estão sujeitos todos os servidores que cometem irregularidades". No caso da punição máxima, o professor também perde as aulas no Colégio Estadual Professora Roseli Piotto, também na zona norte. O nome dele não foi divulgado pelo NRE.

Fonte: Bonde Notícias