quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Promotor de Justiça fala sobre a prisão do Secretário de Segurança de Sarandi

O promotor Laércio Januário, do Gaeco, conversou com o nosso colega repórter Gilmar Ferreira e esclareceu sobre a operação que culminou com o afastamento e prisão do Secretário de Segurança de Sarandi Aparecido Antonio (Cido Polícia).


10% aprovam e 69% reprovam governo Dilma, diz Ibope



Pesquisa Ibope divulgada nesta quarta-feira (30) mostra os seguintes percentuais de avaliação dos eleitores ao governo da presidente Dilma Rousseff (PT):
- Ótimo/bom: 10%
- Regular: 21%
- Ruim/péssimo: 69%
- Não sabe: 1%
A pesquisa anterior, divulgada em julho deste ano, havia apontado que 9% aprovavam o governo (consideravam "ótimo" ou "bom"); 68% dos entrevistados avaliavam a administração Dilma como "ruim" ou "péssima"; e 21% consideravam a gestão "regular".
A rejeição anterior ao governo Dilma (68%) era a maior já registrada pela série histórica das pesquisas Ibope desde a redemocratização. Conforme o Ibope, o percentual de pessoas que consideram a gestão da petista "ruim ou péssimo" ficou dentro da margem de erro, de dois pontos percentuais para mais ou para menos.
Desta vez, o Ibope identificou que 14% dos entrevistados aprovam a maneira de governar da presidente. Porém, aponta a pesquisa, 82% desaprovam e 3% não souberam ou não responderam.
Ainda de acordo com o levantamento divulgado nesta quarta-feira, 20% dos entrevistados confiam em Dilma e 77% não confiam.

O nível de confiança da pesquisa, segundo a CNI, é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de dois pontos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%.
O levantamento divulgado nesta quarta, encomendado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), foi realizado entre os dias 18 e 21 de setembro e ouviu 2.002 pessoas em 140 municípios.
De acordo com os coordenadores do levantamento CNI/Ibope, a soma dos percentuais pode não igualar 100% em decorrência do arredondamento dos índices.
Segundo mandato
Após questionar os eleitores sobre a comparação entre o primeiro e segundo mandato de Dilma, a pesquisa afirma que 3% consideram a segunda gestão melhor; 14%, igual; e 82%, pior.
Quanto às perspectivas dos eleitores em relação ao restante do governo Dilma, 11% disseram esperar que seja "ótimo/bom"; 21%, "regular"; e 63%, "ruim/péssimo".
Notícias sobre o governo
O levantamento do Ibope listou as notícias sobre o governo mais lembradas pelos entrevistados. Leia as cinco mais citadas:
- Operação Lava Jato: 13%
- Volta da CPMF: 8%
- Aumento de impostos: 7%
- Impeachment da presidente Dilma Rousseff: 7%
- Corrupção do governo (sem especificar): 4%
A pesquisa também ouviu os eleitores sobre a opinião deles por área de atuação do governo. Veja os resultados:
Combate à fome e à pobreza
Aprovam: 29%
Desaprovam: 68%
Não souberam/não responderam: 4%
Segurança pública
Aprovam: 14%
Desaprovam: 82%
Não souberam/não responderam: 4%
Taxa de juros
Aprovam:6%
Desaprovam: 89%
Não souberam/não responderam: 5%
Combate à inflação
Aprovam: 12%
Desaprovam: 83%
não souberam/não responderam: 5%
Combate ao desemprego
aprovam:14%
desaprovam: 83%
Não souberam/não responderam: 3%
Impostos
Aprovam: 7%
Desaprovam: 90%
Não souberam/não responderam: 3%
Meio Ambiente
Aprovam:25%
Desaprovam: 65%
Não souberam/não responderam: 10%
Saúde
Aprovam:13%
Desaprovam: 84%
Não souberam/não responderam: 3%
Educação
Aprovam: 23%
Desaprovam: 73%
Não souberam/não responderam: 3%

Com informações: G1 Brasilia 

Ministério Público pede cassação de todos os vereadores de Jacarezinho

O Ministério Público (MP-PR) pediu a cassação de todos os vereadores de Jacarezinho, no norte do Paraná. Eles são suspeitos de usar dinheiro de diárias para aumentar os próprios salários. A ação é resultado de análise de documentos e da fiscalização feita por moradores, que descobriram, no Portal da Transparência municipal, que os nove legisladores fizeram 57 viagens para "cursos de capacitação" em apenas dois ano e meio. Ao todo, foram R$ 363 mil, apenas neste tipo de gasto. Para o promotoria, "poucos eventos justificariam as despesas, principalmente quando ponderados critérios como conveniência, oportunidade e princípios de razoabilidade, proporcionalidade e eficiência." Durante todo esse tempo, os vereadores aprovaram apenas 14 projetos: um para instituir a Semana da Mulher, outro para aumentar o número de vereadores e doze para mudar nomes de ruas.A investigação também revelou movimentações suspeitas - diárias para viagens que não teriam sido feitas e cursos oferecidos por empresas que não teriam endereço. "Era uma forma de engordar mais os vencimentos com esse expediente que não nos parece correto", afirma o promotor Paulo Bonavides. Na ação, o MP pede para que todos os vereadores percam os cargos e os direitos políticos por oito anos. Se forem condenados, também terão que pagar multa e devolver o dinheiro das diárias para os cofres públicos. A reportagem procurou os parlamentares, mas a maioria não quis comentar a ação. Quem falou, negou que houve irregularidades.


Fonte; G1 Paraná

Mega-Sena pode pagar R$ 38,5 milhões nesta quarta-feira



O sorteio do concurso 1.746 da Mega-Sena, que será realizado nesta quarta-feira (30), poderá pagar o prêmio de R$ 38,5 milhões para quem acertar as seis dezenas. O sorteio será realizado a partir das 20h (horário de Brasília), na cidade de Viçosa (MG). De acordo com a Caixa Econômica Federal (CEF), se um apostador levar o prêmio sozinho e aplicá-lo integralmente na poupança, receberá cerca de R$ 267 mil por mês em rendimentos, equivalente a R$ 8,9 mil por dia. Caso prefira, poderá adquirir 32 imóveis de R$ 1,2 milhão cada, ou ainda uma frota com mais de 250 carros de luxo. 

As apostas podem ser feitas até as 19h (de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país. A aposta mínima custa R$ 3,50.