sábado, 31 de outubro de 2015

Jovem é assassinado em Sarandi


Um jovem de 24 anos perdeu a vida na noite desta sexta-feira (30) após ser atingido por disparos de arma de fogo em Sarandi. O crime aconteceu na rua Guilherme Sônego, no Jardim Paulista. Leandro Bezerra da Silva, de 24 anos, foi atingido por pelo menos três tiros. Uma bicicleta que a vítima usava ficou ao lado do corpo juntamente com um aparelho celular. Moradores relataram aos policiais que ouviram disparos e, em seguida, uma motocicleta com dois elementos deixou o local em alta velocidade. O socorro foi acionado, mas o jovem já estava em óbito quando a ambulância do Siate chegou. O corpo da vítima foi encaminhado ao Instituto Médico Legal de Maringá. Segundo informações da Polícia Militar, este é o quarto homicídio registrado na cidade apenas no mês de outubro. O crime será investigado pela Polícia Civil.

Policial militar é detido por divulgar que prefeito foi furtado

Um policial militar foi preso nesta sexta­feira (30) por vazamento de informações após divulgar o boletim de ocorrência de um furto contra o prefeito de Foz do Iguaçu, Reni Pereira (PSB). O prefeito teve R$ 300 mil em espécie, além de duas armas, furtados da casa de um guarda municipal, que trabalha como seu segurança. O dinheiro, segundo ele, foi obtido em uma ação judicial, e as armas estão registradas. O policial ficou preso durante todo o dia. Já o suspeito de cometer o furto, detido na quinta­feira (29) à noite, foi liberado após o pagamento de fiança e irá responder à acusação de apropriação indébita. "O crime do furto até parece menor perante o crime do vazamento", declarou Pereira à RPC TV, afiliada da Rede Globo, na noite de quinta. "Vazaram criminalmente essa informação, num sentido de um constrangimento político. Mas estão colocando em risco não só a mim, mas à minha família." MOTIVOS Pereira disse que entraria em contato com o comandante da PM em Foz do Iguaçu e com o secretário de Segurança do Paraná para investigar "os motivos que levaram o soldado a vazar" a informação. O prefeito, que é auditor fiscal do Estado, foi eleito em 2012. Antes, foi deputado estadual por três mandatos. Recentemente, sua gestão foi alvo de operação do Gaeco, braço investigativo do Ministério Público, por suspeita de desvios na secretaria municipal de Tecnologia. Pereira não está entre os investigados. Horas depois da entrevista, por volta das 23h, o soldado Sadi Joares Rigon, 30, que divulgou o boletim de ocorrência a um jornal local, foi detido. O jornalista que recebeu a informação foi acionado às 3h da madrugada, para depor no Inquérito Policial Militar.Rigon foi preso por violação de sigilo funcional –crime previsto no Código Penal Militar, e descrito como "revelar fato de que tem ciência em razão do cargo ou função e que deva permanecer em segredo". A PM argumenta que o boletim de ocorrência é um documento de acesso restrito e só pode ser obtido por meio das partes envolvidas. Além disso, como foi elaborado pela Polícia Civil, e não pela PM, o soldado não poderia ter divulgado seu teor. O advogado Jorge da Silva Giulian, que defende o soldado, disse que a prisão é "absurda". "Toda polícia, seja ela Civil, Militar, Rodoviária, passa para a imprensa as notícias, desde que não seja algo em segredo de Justiça ou em investigação. Era um boletim de ocorrência", afirma o defensor. Para ele, o caso "foge à normalidade". "O que diz que isso não pode ser publicado? Não é informação em segredo. O prefeito é a vítima." Rigon só foi liberado após a defesa conseguir um habeas corpus na Justiça Militar. Ele foi solto por volta das 18h desta sexta (30). A Folha não conseguiu contato com Pereira nem com seus assessores para que comentassem o fato.

Instrutor de academia estupra garota de 16 anos

A família de uma adolescente de 16 anos denunciou o estupro sofrido pela garota no início da noite desta sexta-feira (30), nas dependências da academia de um clube em Arapongas, na Região Metropolitana de Londrina. Segundo informações da Polícia Militar, a vítima relatou que estava na academia de musculação quando o instrutor Adão Gomes da Rocha, de 40 anos, a chamou para fazer alongamento na sala ao lado. No entanto, de acordo com a adolescente, o homem começou a agarrá-la, tirando sua roupa e forçando uma relação sexual. A garota contou ainda que pediu inúmeras vezes para que o homem parasse e que tentou gritar, mas o som da academia estava muito alto e ninguém ouviu seu pedido de socorro. Chegando em casa a adolescente contou à família sobre a violência sofrida na academia. Informada sobre o fato, a polícia localizou o suspeito já na sua residência. Ele confessou ter tido relação sexual com a menor. Rocha foi preso e vai responder por crime de estupro.



Fonte: Bonde Notícias

Avião russo com 224 pessoas a bordo cai no Egito



Um avião russo com 224 pessoas a bordo caiu na madrugada deste sábado (31) na península do Sinai após decolar de uma cidade no litoral do Egito. O primeiro-ministro egípcio, Ismail Sharif, confirmou o acidente por meio de comunicado. O voo 9268 da companhia KogalimAvia perdeu contato com os radares 23 minutos após a decolagem, quando sobrevoava a cidade de Larnaka, informou um porta-voz de Rosaviatsia, a agência de aviação civil da Rússia. O avião caiu em uma área montanhosa no centro de Sinai e más condições atmosféricas dificultaram o acesso das equipes de resgate ao local, de acordo com o oficial. O avião tinha como destino o aeroporto Pulkovo da cidade russa de São Petersburgo. O jato, um Airbus A-321, transportava muitos turistas do resort egípcio de Sharm el-Sheikh. São 217 passageiros e 7 tripulantes. Oficiais egípcios disseram que todos eram russos. Em seu perfil no Twitter, a Airbus, fabricante do A-321, informou que já tem conhecimento da situação e que mais informações serão fornecidas assim que estiverem disponíveis.


 Fonte: G1