quarta-feira, 4 de novembro de 2015

Mulher tem ferimentos após explosão de gás em residência

Uma mulher de 45 anos teve queimaduras na região do rosto e dos braços após explosão de gás em sua residência. O acidente ocorreu na travessia da rua Goiânia, na área central de Londrina, próximo ao Sismepar. A vítima teria tentado acender o forno do seu fogão, quando uma pequena explosão ocorreu. O fogão registrava vazamento de gás. A vítima teve queimaduras de primeiro grau e foi encaminhada ao Hospital Universitário (HU) com ferimentos leves.



















Fonte: Bonde

Ocorrências setor policial Maringá

Garota procurada por latrocínio deixa recado em rede social



Aline Macedo de 19 anos é considerada fugitiva pela polícia, acusada de participar do crime de latrocínio contra o casal Claudemir Ferreira, 41 anos, e Alessandra Scheffer, 24 anos, no dia 13 do mês passado. Deixou uma mensagem em sua rede social (FaceBook). Confira:

“Sei que estou cometendo a maior burrada postando isso! Mais tudo bem vamo la! Quero deixa aqui umas palavras! Bom sei que oq fiz não oi certo! Mais infelismente aconteceu! Não posso muda o passado! agora vou procurar me intender com a lei! Nao vou viver fugindo... E vo pagar pelo que fiz! E que fique bem claro que apenas estava junto e sim fui eu mesmo que planejei o assalto! Infelizmente o Homem reagil e u dos menores atirou nele! e o Outro mato a mulher! Ai pegamos a camionete e seguimos até sinop Mais ai a gente teve a estupidez de capota a camionete! Voces devem estar perguntando a onde eu estou neh? Sabe onde eu to? Na cidade do vai cuida da sua vida No bairro vai se fude na rua Cala a boca e me deixa em paz! Capito a msg ZÉ POVIIIIIM????? E outra quando passa na televisão pra vcs não reagirem a um assalto NÂO REAJAO!!! Pocha cara vcs nao sao super herois nao! Peço perdao pra Deus pelo que fiz! Mais infelizmente é a vida! Mais intao deixo aki meu abraço Pros verdadeiros os que realmente andarao lado a lado! Óh só que vcs lembre de mim peloo meu lado bom! A q brinca atenta e treta por qualquer coisa! Os que conviverao cmg tlg duq to falando! Fica Na Fé FAMILIA! Que eu já to indo!!!". A mensagem já foi retirada da rede social.

Ela é acusada no envolvimento do roubo de uma caminhonete S-10 e assassinato do casal, juntamente com os menores de idade, K. A. de 17 anos e W.A. F. de 13. O adolescente de 13 anos, foi detido pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (DERF), de Sinop e encaminhado para Cuiabá. Os demais envolvidos continuam foragidos.

O crime:

Um casal foi encontrado morto às margens de uma estrada vicinal, no município de Juara, na quarta-feira (14/10). De acordo com o delegado da Polícia Civil Carlos Henrique Engelmann, que está investigando o crime, eles foram executados. Os corpos tinham marcas de tiros. Os suspeitos do crime são dois adolescentes e um deles, de 13 anos, já foi apreendido.

As vítimas foram abordadas por três adolescentes quando chegavam na casa do empresário, ainda estavam dentro do carro.  Os criminosos levaram o casal por volta de 21h:00 de terça-feira (13) para a mata e lá foram executados.

Os corpos foram encontrados com as mãos amarradas e com a cabeça coberta por uma fronha.

Depois do crime, os suspeitos fugiram com a caminhonete com destino a Sinop, e capotaram o carro no caminho. Sem ferimentos, eles pediram carona na estrada e chegaram até a cidade.

Um dos suspeitos, de 13 anos, foi apreendido em Sinop nesta quarta-feira. Outros dois suspeitos, sendo que o terceiro teria ajudado na fuga, estão foragidos. Conforme o delegado, eles já tinham outras passagens pela polícia.

A caminhonete do empresário foi encontrada na MT- 220, próximo ao trevo da BR-163. Em depoimento, o adolescente apreendido disse ter presenciado o crime, mas negou ter atirado no casal. Os corpos das vitimas foram encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML) de Juína.

Justiça determina o bloqueio de bens de prefeito e ex-prefeito de Maringá



A Justiça determinou o bloqueio de bens do prefeito de Maringá, no norte do Paraná, Roberto Pupin (PP), e do ex-prefeito e atual secretário estadual de Planejamento, Silvio Barros (PHS) nesta terça-feira (3). Ao todo, foram bloqueados aproximadamente R$ 3 milhões de bens. A decisão liminar foi dada pelo Tribunal de Justiça com base em uma ação civil pública, por ato de improbidade administrativa, ajuizada pelo Ministério Público do Paraná (MP-PR). A indisponibilidade de bens ainda se estende a outras três pessoas e a uma empresa de engenharia de São Paulo. Segundo o processo, o atual e o ex-prefeito de Maringá assinaram três contratos irregulares com uma empresa de engenharia para gerenciar e fiscalizar a execução de obras públicas municipais. Para o MP-PR, essas responsabilidades eram dos engenheiros da própria prefeitura e, por isso, não havia justificativa para a contração. Além disso, o órgão alega que a empresa contratada fez uma doação à campanha eleitoral do prefeito Roberto Pupin.Por meio de nota, a Prefeitura de Maringá informou que a empresa de engenharia foi contratada por meio de licitação e os documentos exigidos para a legalidade do processo foram apresentados corretamente. Conforme a administração, a contratação foi necessária porque o número de obras aumentou em 2010, 2011,2013 e 2014, e a opção escolhida foi pela não contratação de novos funcionários, pois era um serviço temporário. Dessa forma, o município vai apresentar a defesa assim que for intimada. O prefeito Roberto Pupin (PP) disse que todas as obras e projetos realizados pela administração foram feitas por meio de licitações transparentes, e não houve nada irregular. Os serviços contratados foram realizados. O chefe do Executivo Municipal está acompanhando a situação e deve se manifestar judicialmente assim que for solicitado. Já o secretário estadual de Planejamento Silvio Barros informou que ainda não foi notificado da decisão do Tribunal de Justiça e acredita que a decisão foi baseada em uma interpretação errada do MP-PR. Barros alegou que o gerenciamento de obras é uma exigência de instituições financiadoras para a realização de construções, por isso houve o reforço.Barros informou que a situação será esclarecida assim que for intimado pela justiça. Após dois anos de investigações, o MP-PR concluiu que houve terceirização irregular, não havia situação que exigisse conhecimento técnico especializado, não havia situação de urgência para contratação, os valores pagos foram desproporcionais à remuneração dos servidores com a mesma atribuição – conforme o órgão, foi quase 20 vezes a mais, entre outras. “Soa absolutamente estranho acreditar que uma empresa sediada em São Paulo (SP) sem vínculos com Maringá que não fossem os contratos mencionados nesta ação, tivesse algum interesse legítimo em doação deste naipe”, diz um trecho do processo. O MP-PR ainda pede a condenação dos réus por improbidade administrativa.




Fonte: G1 Noroeste

Prefeitura de Sarandi Licita coleta varrição e transporte de resíduos

A Prefeitura Municipal de Sarandi licita esta semana a contratação de empresa para prestar serviços de coleta e transporte de resíduos úmidos domiciliares, comerciais, feiras livres, varrição manual e varrição mecanizada. A empresa vencedora terá que prestar os serviços de coleta e transporte de resíduos úmidos, sólidos residenciais, comerciais aos 103 bairros do município. O valor máximo global para execução dos serviços é de R$ 1.696.723,00 sendo R$ 1.499.723,00 para os serviços de coleta e transporte de resíduos sólidos domiciliares e comerciais tendo por base a quantidade estimada de 9.385 toneladas, e R$ 51.000,00 para os serviços de Varrição manual de vias municipais e R$ 146.000,00 para os serviços de Varrição mecanizada de vias municipais. Em face das alterações referidas, fica redesignado o dia 05 de novembro para a entrega dos envelopes nº. 1 e nº. 2 na sala de reuniões de Licitações, e a abertura será às 9 horas do mesmo dia, na Sala de Reuniões de Licitações, na Rua José Emiliano de Gusmão, 500 – Centro; Prédio da Secretaria Municipal de Urbanismo. A coleta deverá ser diária na área central da cidade e em dias alternados nas demais Ruas, bairros e distrito a empresa deverá ofertar uma frota com caminhões com monitoramento via sistema GPS operantes e no mínimo um caminhão reserva que deverão ser equipados com caixotes, compactadores de 10 a 15 metros cúbicos, com fabricação mínima de três anos, os caminhões devem estar conservados, revisados, a manutenção e abastecimento serão por conta da empresa. Para a coleta será necessária a formação de equipes tanto diurnas e/ou noturnas, conforme a necessidade que deverá ser apresentada no plano de trabalho, a destinação e o tratamento final do lixo não são objetos desse Processo Licitatório. O transporte final do lixo será no Aterro Sanitário, Ambiental Sul Brasil, localizado na Estrada Aquidaban. O Edital retificado encontra-se à disposição dos interessados na sede da licitadora, Rua José Emiliano de Gusmão, 565, na cidade de Sarandi, Estado do Paraná, no horário das 08:00 às 11:30 horas,e das 13:00 às 17:30 horas e no site www.sarandi.pr.gov.br. 



Com informaçoes: Assessoria de Comunicação de Sarandi