segunda-feira, 9 de novembro de 2015

Temperatura global aumentará 1°C em 2015 em comparação a era pré-industrial



Pela primeira vez, a temperatura média mundial na superfície da Terra será, em 2015, um grau centígrado superior aos níveis pré-industriais, anunciou nesta segunda-feira (09) a agência meteorológica britânica Met Office. Os ambientalistas lutam para que a temperatura não aumente 2ºC até 2100. Seguindo a tendência atual, a temperatura subirá 4ºC. "Está claro que a influência humana está levando o clima moderno a territórios desconhecidos", afirmou Stephen Belcher, do Met Office. Concretamente, o aumento da temperatura será 1,02ºC em relação ao período de 1850-1900, segundo uma projeção com base em dados coletados entre janeiro e setembro pelo programa HadCRUT, operado conjuntamente pelo Met Office e a Unidade de Pesquisa Climática da Universidade de East Anglia. Belcher negou que o aumento tenha a ver com o El Niño, o fenômeno periódico em que ocorre o aquecimento das águas do Oceano Pacífico equatorial, que tem um impacto global: "Tivemos eventos naturais semelhantes no passado, e ainda este ano será a primeira vez em que a barreira do 1 será superada". Desde a Revolução Industrial, até hoje a temperatura do planeta já tinha aumentado 0,8ºC, gerado pelo gás procedente principalmente das energias fósseis. As primeiras indicações apontam que 2016 será igualmente quente, mas isso não significa que o aumento será repetido nos anos seguintes. "Este ano é um marco importante, mas isso não significa que a cada ano a partir de agora haverá um aumento de um grau ou mais acima dos níveis pré-industriais, porque as variações naturais de temperatura continuarão a influenciar", disse Peter Stott, chefe de monitoramento do clima do Met Office. A notícia vem três semanas antes da Conferência do Clima de de Paris (COP21), que tem o objetivo de fechar um acordo global para limitar o aumento da temperatura média global a dois graus Celsius, que o Met Office ainda acredita ser possível. O Met Office alertou para o impacto do aumento das temperaturas no mar. "Os aumentos no nível global do mar, causados pelo aquecimento dos oceanos e o degelo, levam mais tempo para responder às crescentes concentrações de gases de efeito estufa do que a temperatura do ar", afirma o Met Office. "Temos visto um aumento do nível do mar médio de cerca de 20 centímetros desde os tempos pré-industriais, e isso é um terço do que você pode ver em 2100 em um mundo com um aumento de temperatura de 2º".

Centro de Especialidades de Sarandi contará com ultrassonografia de última geração



Sarandi conta agora com um aparelho de ultrassonografia de última geração 4D. O valor no equipamento foi na ordem de R$ 160.000.00 Mil Reais.O secretário de saúde André Jardim (Mineirinho) disse que o novo equipamento é uma grande conquista para a população de Sarandi,que passa a ter melhoria na qualidade do diagnóstica dos exames de ultrassonografia. Ele afirmou que que a conquista do aparelho foi possível graças a um bom relacionamento entre o Município e a Concessionária VIAPAR "O aparelho trará mais eficácia nos diagnósticos e expressivos ganhos à saúde da população" disse o secretário. André Jardim disse ainda que este equipamento realizará exames no Centro Municipal de Especialidades (CEME) que será inaugurado este no dia 27 deste mês.

Rafael do Povão retorna à Câmara de vereadores



Quem esta de volta a Câmara de vereadores de Sarandi é Rafael Psibilski(PP), que ocupou por um período o cargo de Secretário na Secretaria de Urbanismo. O vereador reassumiu o cargo na última sexta-feira (6) e participou da sessão ordinária desta segunda-feira (9).

Durante o tempo em  que Rafael esteve ausente,Eliana Trautwein (PP) ocupou a vaga como suplente. Na Secretaria de Urbanismo assumiu como secretário o Engenheiro Bauer Gera
ldo Pessini.

Denúncia de cassação contra prefeita de Campo Mourão deve lotar Câmara



As sessões ordinárias da Câmara de Vereadores de Campo Mourão desta segunda segunda e terça-feira vêm gerando expectativas em moradores de vários bairros da cidade, que prometem lotar o plenário da Casa para acompanhar a votação que decidirá se o Legislativo acata ou não denúncia que pede a cassação da prefeita do município, Regina Dubay (PR). Regina foi denunciada na semana passada pelo assessor da câmara e ex-servidor comissionado Paolo Henrique da Silva de Oliveira. Ele protocolou na Câmara o pedido de cassação contra a prefeita por ato de improbidade praticado na licitação para compra de postes republicanos, conforme denúncia apresentada pelo Ministério Público. O caso gerou grande repercussão em toda a cidade e revoltou a população contra a gestora municipal por causa da denúncia. Nesta semana, a juíza da 2ª Vara Cível, Luzia Terezinha Grasso Ferreira, determinou a averbação de todos os imóveis e a inscrição de veículos no cadastro de restrição judicial pertencentes à prefeita, como forma de garantir patrimônio necessário para ressarcimento de danos aos cofres municipais, até a análise da Ação Civil Pública proposta pelo MP. O órgão aponta indícios de superfaturamento no valor de R$ 1 milhão na aquisição de materiais elétricos e iluminação da cidade. Na denúncia protocolada contra Regina, Paolo se embasou no decreto-lei 201/67, que aborda os crimes de responsabilidade de prefeitos, e no artigo 57 da Lei Orgânica Municipal que também dispões sobre o tema. O servidor público aponta a denúncia protocolada pelo Ministério Público como uma das provas que a licitação de compra de postes e aquisição de materiais elétricos para iluminação causaram "prejuízo ao erário, violaram princípios da administração pública em decorrência de superfaturamento e fraude".


Fonte: Tribuna do Interior

Caminhoneiros bloqueiam rodovias em quatro Estados do País



O protesto dos caminhoneiros liderado pelo Comando Nacional do Transporte já bloqueou rodovias em quatro Estados, entre a madrugada e a manhã desta segunda-feira, 9, segundo a Polícia Rodoviária Federal. Os transportadores pedem redução no preço do óleo diesel, uma tabela de preços mínimos para o frete e a saída da presidente da República, Dilma Rousseff, do poder. Houve bloqueios parciais na BR-381, em Minas Gerais, próximo do município de João Monlevale, e na BR-262, em Igaratinga; em Santa Catarina, na BR-280, em São Bento do Sul, e na BR-282, em Campos Novos; no Rio Grande do Sul, na BR-448, em Porto Alegre, mas a PRF informou que o trânsito já foi total ou parcialmente liberado. Neste momento,
Os caminhoneiros realizam manifestação na BR-369, na PR-445 e em trecho da BR-376 que passa por Apucarana. Por volta das 6 horas, os caminhoneiros também realizaram uma manifestação na Rodovia dos Bandeirantes, em São Paulo, o que provocou filas de nove quilômetros na via nesse horário. No fim de semana, a categoria já tinha realizado manifestações em cidades como Apucarana e Ibiporã, no Paraná, um dos Estados onde é esperada a maior adesão. Quase toda a movimentação vem sendo organizada via aplicativos de celular e pelas redes sociais, mas não conta com a adesão de boa parte das entidades nacionais que representam o setor. Um dos líderes da categoria e organizador da paralisação, Ivar Schmidt afirma que a luta é pela renúncia da presidente Dilma Rousseff. Ele está à frente do "Comando Nacional do Transporte" e garante que os caminhoneiros, agora, somente vão negociar "com o próximo governante". A greve ganhou o apoio de grupos como Movimento Brasil Livre e Vem pra Rua. Os líderes do movimento garantem já ter grande apoio também de caminhoneiros de São Paulo, Rio de Janeiro e Santa Catarina. A expectativa é atingir pelo menos 70% do País inicialmente. Contra Várias entidades que representam o setor se manifestaram contra esse movimento e veem interesses políticos por trás dessa paralisação. Para o Sindicato dos Caminhoneiros Autônomos de Bens no Estado do Pará (Sindicam-PA), a greve é organizada "por pessoas que não fazem parte da categoria e estão aproveitando o momento de dificuldade que o País passa". Já a Federação dos Caminhoneiros Autônomos de Cargas em Geral do Estado de São Paulo (Fetrabens) diz que "os problemas que afetam a categoria são muitos e que, para resolvê-los, é preciso coesão e sabedoria". Entidades de Goiás e Tocantins também assinaram, juntos, um documento contra a greve. Principal alvo dos sindicatos, Ivar Schmidt tem 44 anos, mora em Mossoró (RN) e nega qualquer vínculo partidário. Caminhoneiro, ele começou a se destacar há um ano e, em 2015, criou o "Comando Nacional do Transporte".

Homem se casa com boneca para 'não magoar viúva'

Um chinês, que tem câncer terminal, decidiu se casar com uma boneca hiper-realista por um motivo inusitado. Segundo a emissora estatal CCTV, o homem, que não teve sua identidade revelada, não quer deixar uma viúva sofrendo após a sua morte. "Para não magoar os sentimentos de outra pessoa, ele escolher se casar com uma boneca artificial em vez de uma mulher real", explicou a emissora estatal chinesa CCTV. De acordo com o Daily Mail, antes de falecer, o chinês desejava ter um casamento suntuoso e, disposto a realizar o sonho sem magoar ninguém, escolheu a boneca como noiva. O ensaio de casamento entre os noivos viralizou na internet. Muitos internautas, no entanto, duvidaram da união, e apontaram que as fotos românticas - e bizarras - seriam, na verdade, parte de alguma campanha publicitária.