Caminhoneiro linchado por suspeita de estupro morre no hospital

Um homem de 58 anos que foi linchado por populares na tarde da última terça-feira (23) em Paraíso do Norte, no noroeste do Estado, morreu na Santa Casa, onde permanecia internado em estado grave. O homem, que trabalhava como caminhoneiro, foi agredido por vizinhos por suspeita de estupro de duas crianças de 3 e 6 anos. Os agressores afirmaram terem visto o homem entrando no caminhão com as crianças. Eles teriam seguido o mesmo e, segundo eles, se depararam com o homem abusando de uma das vítimas. Os homens entraram no veículo e agrediram o suspeito. Ele foi espancado e encontrado pela polícia em uma cerâmica da cidade, já desacordado. O suspeito foi encaminhado ao Hospital em estado grave, não resistiu aos ferimentos e morreu na tarde da última quarta-feira (24).





Fonte: Bonde

Comentários

As mais visitadas

CCJ aprova PEC que exige nível superior para cargos públicos de confiança

Motoristas de carros com câmbio automático podem ganhar CNH específica

Membros do 1º Conselho Municipal da Cultura tomam posse