Caminhoneiro linchado por suspeita de estupro morre no hospital

Um homem de 58 anos que foi linchado por populares na tarde da última terça-feira (23) em Paraíso do Norte, no noroeste do Estado, morreu na Santa Casa, onde permanecia internado em estado grave. O homem, que trabalhava como caminhoneiro, foi agredido por vizinhos por suspeita de estupro de duas crianças de 3 e 6 anos. Os agressores afirmaram terem visto o homem entrando no caminhão com as crianças. Eles teriam seguido o mesmo e, segundo eles, se depararam com o homem abusando de uma das vítimas. Os homens entraram no veículo e agrediram o suspeito. Ele foi espancado e encontrado pela polícia em uma cerâmica da cidade, já desacordado. O suspeito foi encaminhado ao Hospital em estado grave, não resistiu aos ferimentos e morreu na tarde da última quarta-feira (24).





Fonte: Bonde

Comentários

As mais visitadas

Requião, Eduardo, Ghilardi e Jacob condenados a pagar R$ 920 mil por propaganda irregular

Mulher é assassinada e tem galho introduzido nas partes íntimas

Educação aprova incentivo a adicional para professor que ensinar em presídios