Filhos adolescentes tentam defender mãe e matam pai a facadas



Dirlei da Luz, 34 anos, foi morto a facadas pelos próprios filhos, de 15 e 17 anos, na manhã desta sexta-feira (26), no assentamento Nossa Senhora Aparecida, em Mariluz. Os garotos teriam cometido o crime para defender a mãe, a agente comunitária Cleonir Martins da Silva. Dirlei seria um homem violento e, segundo os garotos, agredia a família cotidianamente. Pela manhã, após uma discussão ele estrangulava um dos filhos. Quando a mãe interferiu, o marido passou a agredi-la também, ameaçando mata-la. Os jovens partiram em defesa da mãe e usaram uma faca para afastar Dirlei, que a espancava. Ele morreu no local. Os jovens, que não fugiram e estão colaborando com a polícia, alegaram legítima defesa. A mãe defende os filhos. Segundo ela, se eles não tivessem atacado o pai ele a teria matado. A mulher, que também ficou ferida, foi atendida no Hospital Municipal e está neste momento prestando depoimento na Delegacia de Mariluz. O Instituto Médico Legal de Umuarama recolheu o corpo que será periciado e entregue à família.

Comentários

As mais visitadas

CRM-PR retira indicativo de interdição ética da UPA de Sarandi

Semana Jurídica em Sarandi

CEMEI de Sarandi realiza evento cultural em comemoração ao dia das crianças