Justiça suspende aumento no número de vereadores na Câmara de Apucarana



A 1ª Vara da Fazenda Pública de Apucarana proibiu que o Legislativo Municipal aumente o número de cadeiras na próxima gestão. A liminar foi expedida após o Ministério Público (MP) ajuizar uma ação civil pública requerendo a anulação do aumento de cargos na Casa, fixando o valor de 11 vereadores. A decisão revoga duas emendas feitas à Lei Orgânica que previam a alteração. A primeira, estabelecia o aumento de 11 para 19 vereadores. No ano passado, uma nova alteração previa que, ao invés de 19 vereadores, o Legislativo tivesse 15 cadeiras. Na liminar, o juiz Rogério Tragibo de Campos suspende "os efeitos das Emendas" e, por consequência, "estabelece, até decisão contrário, o número de vereadores do Município de Apucarana em 11 vagas". Procurado pelo Bonde, o presidente da Câmara, vereador José Airton Deco de Araújo, disse, por meio de assessor, que não vai se manifestar sobre a decisão, já que ainda não recebeu a liminar oficialmente.

Comentários

As mais visitadas

CCJ aprova PEC que exige nível superior para cargos públicos de confiança

Motoristas de carros com câmbio automático podem ganhar CNH específica

Membros do 1º Conselho Municipal da Cultura tomam posse