Mãe mata filha de apenas três dias degolada



O crime bárbaro foi descoberto na tarde desta segunda-feira (7) em Ponta Grossa, região dos campos gerais no Paraná. Maria Geni Lourenço de Oliveira, 41 anos, foi presa após degolar a filha de apenas três dias. A acusada está presa na delegacia da Polícia Civil. De acordo com a polícia, ela confessou e revelou detalhes sobre o crime cometido no domingo (6) após retornar do hospital. A Polícia Civil vai investigar o crime que ocorreu na rua Tadeu Philipowski no Jardim Alvorada. A acusada usou uma faca grande, utilizada em açougues, para separar o corpo da cabeça da recém-nascida. Após cometer o crime, ela enrolou em sacos plásticos e jogou no quintal da casa. A mulher alegou problemas psicológicos. Denúncias anônimas levaram a Polícia Militar até o local. A mulher disse aos policiais que sofre depressão e ainda que passa por dificuldades financeiras.

Comentários

As mais visitadas

Sarandi concorre ao Prêmio Gestor Público Paraná

Ordem de serviço autoriza construção de uma nova Unidade Escolar Estadual em Sarandi

Mulher é assassinada e tem galho introduzido nas partes íntimas