Pai é acusado de estuprar duas filhas com deficiência



Um homem de 43 anos foi preso na madrugada desta sexta-feira (11) em Cambira (a 51 quilômetros de Maringá) acusado de estuprar as duas filhas que têm deficiência mental. De acordo com a delegada Iane Cardoso do Nascimento, adjunta da 17ª Subdivisão Policial (SDP) e titular da Delegacia da Mulher (DM), o Conselho Tutelar tomou conhecimento da situação no fim do ano passado. Apesar da limitação, as meninas, que têm 12 e 20 anos, conseguiram relatar o que ocorria, e que os abusos sexuais teriam ocorrido diversas vezes. Diante das informações apuradas, foi representado pela prisão temporária do pai, que foi detido hoje no Distrito de Sete de Maio. As vítimas, que estão recolhidas em uma casa lar, serão encaminhadas para avaliação psicológica para apurar mais informações sobre os supostos abusos. A mãe das meninas, que, segundo a mãe do acusado, também tem deficiência mental, será intimada para prestar esclarecimentos, se tiver condições. Também será verificado se há algum parente que possa cuidar da mãe e das vítimas. "Há informações de que o acusado estaria comprometendo as investigações. O pai estaria tentando manter contato com as filhas, usando a esposa para induzi-las a fugir da casa lar. Também foi apurado que o homem pretendia deixar a cidade", comenta a delegada. Ao serem concluídas as investigações, a Polícia Civil pode representar pela prisão preventiva do detido. O caso será comunicado ao Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) local.

Fonte: AN Notícias

Comentários

As mais visitadas

CEMEI de Sarandi realiza evento cultural em comemoração ao dia das crianças

Idoso suspeito tocar corpo de criança por R$ 50,00 permanece preso

Semana Jurídica em Sarandi