Secretaria de Saúde confirma 1º caso de raiva canina no ano em Maringá

A Secretaria de Saúde de Maringá, no norte do Paraná, confirmou nesta sexta-feira (4) o primeiro caso de raiva canina do ano na cidade. O animal contaminado foi encontrado em feNo mesmo mês, um morcego com o vírus foi encontrado. O quiróptero foi encontrado e recolhido há uma semana. Com este, os casos desde 2013 chegam a 14 na cidade, conforme levantamento municipal. O levantamento epidemiológico do caso mostra que o cachorro contaminado esteve em Macapá (AP), com menos de 4 meses de vida. Com a análise do caso, concluiu-se que o provável local de contaminação do cachorro foi mesmo na cidade do norte brasileiro. Mesmo assim, o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) e o setor de imunobiológicos de Maringá já desencadearam as seguintes ações de prevenção: identificação e tratamento de profilaxia da raiva aos profissionais e contribuintes que entraram em contato com o animal; ação de bloqueio vacinal canino/felino ao redor da residência que animal morava; ação em educação em saúde com os moradores ao redor da residência que animal morava; tratamento profilático pós exposição aos contribuintes, médicos veterinários e assistentes envolvidos. O alerta da Vigilância Sanitária, valendo para toda a cidade, é para evitar o contato com morcegos em qualquer situação, especialmente quando o animal estiver no chão e desorientado. As pessoas não devem também tentar retirar morcegos de seus alojamentos e em caso de contato acidental procurar uma Unidade Básica de Saúde imediatamente. A raiva é uma doença que mata. Em caso de contato acidental, é preciso procurar ajuda médica o quanto antes. Mesmo sendo ocorrência localizada, o alerta vale para toda a cidade, pois as reclamações sobre a presença de morcegos são constantes.vereiro, de acordo com a Prefeitura.

Comentários

As mais visitadas

CCJ aprova PEC que exige nível superior para cargos públicos de confiança

Motoristas de carros com câmbio automático podem ganhar CNH específica

Membros do 1º Conselho Municipal da Cultura tomam posse