Dengue no Paraná já causou o dobro de mortes do ano passado



O número de mortes por dengue no Paraná já é o dobro do registrado no período de agosto de 2014 julho de 2015. Segundo os dados do último boletim divulgado ontem pela Secretaria de Estado da Saúde, foram 24 mortes entre 2014/2015. Neste ano epidemiológico, que começou em agosto de 2015, já foram registrados 50 óbitos em decorrência da dengue. O informe técnico número 24 divulgado ontem traz ainda os número de casos registrados na semana: 3.388 novos casos de dengue no Paraná. Com o aumento de 8%, o Estado totaliza 45.482 casos confirmados desde agosto de 2016. O boletim confirmou três novos óbitos — dois em Foz do Iguaçu e um em Medianeira, ambos na região Oeste. No total, são 50 mortes por dengue no Estado, desde agosto de 2015. Os casos de chikungunya passaram de 60 para 66, sendo apenas cinco autóctones, ou seja, contraídos no próprio local de residência. Os casos de zika foram de 278 para 288 e desses 187 são autóctones. Desde o início deste período epidemiológico, o Paraná já confirmou casos em 310 cidades, espalhadas nas 22 Regionais de Saúde. Em Paranaguá, município com maior número de casos confirmados, as confirmações passaram de 13.683 para 15.368. São 1.685 casos a mais do que na última semana. A taxa de incidência aumentou em quatro municípios, que a partir de agora são considerados epidêmicos. Cruzeiro do Sul, Porto Rico, Mandaguari e Entre Rios do Oeste atingiram mais de 300 casos a cada 100 mil habitantes.

Comentários

As mais visitadas

CCJ aprova PEC que exige nível superior para cargos públicos de confiança

Motoristas de carros com câmbio automático podem ganhar CNH específica

Membros do 1º Conselho Municipal da Cultura tomam posse