Ex-presidente da Câmara de Vereadores de Londrina é preso pelo Gaeco

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) prendeu, na manhã desta terça-feira (3), o ex-presidente da Câmara de Vereadores de Londrina, Sidney de Souza. Ele foi detido após desmembramento do "caso Shirogohan', quando foi condenado pela Justiça por ter recebido propina do dono de uma boate da zona leste da cidade. Na época, o empresário solicitou alteração no zoneamento urbano para que o negócio continuasse a vigorar. O ex-vereador foi condenado em 2012 pela 3ª Vara Criminal a cumprir pena em regime semiaberto por quatro anos e seis meses, além do pagamento em R$ 300 mil de multa. Com a decisão, Souza foi impedido de assumir uma vaga no Legislativo londrinense, mesmo após ter sido eleito nas urnas. A reportagem tenta contato com o coordenador do Gaeco em Londrina, promotor Jorge Barreto da Costa.




As informações são do Bonde Notícias

Comentários

As mais visitadas

CRM-PR retira indicativo de interdição ética da UPA de Sarandi

Semana Jurídica em Sarandi

CEMEI de Sarandi realiza evento cultural em comemoração ao dia das crianças