Em assembleia, professores da rede estadual decidem suspender greve


Cerca de 3 mil educadores decidiram na manhã desta segunda (31), em Curitiba, na assembleia da APP-Sindicato, suspender a greve após 15 dias “A greve foi suspensa, mas a pressão sobre o governo continua”, dizem os educadores. A greve foi deflagrada pela categoria no último dia 17 de outubro em virtude do calote do governo, que quer revogar a data-base do funcionalismo público. Os educadores reivindicam apenas o cumprimento do acordo que pôs fim à greve do ano passado, que consiste na reposição inflacionária de 2016 (não aumento) em janeiro de 2017. Retornando às salas de aula, os profissionais do magistério terão pela frente a ocupação de centenas de escolas pelos estudantes. Os alunos não se sentem contemplados, pois exigem a retirada da MP 746 (reforma do ensino médio) e da PEC 55 (antiga PEC 241), que congela investimento pelos próximos 20 anos.




Informações, Bem Paraná

Comentários

As mais visitadas

Membros do 1º Conselho Municipal da Cultura tomam posse

CCJ aprova PEC que exige nível superior para cargos públicos de confiança

Sem cueca e usando saia, homem mostra pênis para adolescentes