Servidores das universidades federais do Paraná entram em greve



Técnicos administrativos da UFPR, UTFPR, UNILA e trabalhadores da FUNPAR aprovaram, para esta segunda (24), o início dde uma greve contra PEC 241. Na terça-feira (25) haverá ato na Praça Santos Andrade, às 9h30 e atividade no período da tarde no Botânico. Devem ser realizadas, ainda, atividades específicas nos locais de trabalho, durante a tarde dos dias 24 e 25. O Sinditest reforçou que a greve será por tempo indeterminado, conforme aprovado na assembleia do dia 13. No dia 26, quarta-feira, será realizada uma assembleia de avaliação da paralisação, porém, segundo o Sinditest, sindicato da categoria, os trabalhadores permanecerão em greve enquanto a PEC 241 estiver em tramitação. De acordo com Informe Nacional da FASUBRA lançado na quinta-feira (20), 25 instituições aprovaram paralisação para o dia 24, e duas já estão em greve. Não deliberaram ainda 15 instituições, que podem vir a se juntar ao movimento paredista de enfrentamento ao ajuste fiscal. A coordenação do Sindicato ressaltou que UFPR, HC, FUNPAR, UNILA e UTFPR já foram notificados sobre a greve por tempo indeterminado, portanto, há segurança jurídica para paralisar. Com a greve, os atendimentos no Hospital de Clínicas da UFPR, deve ficar prejudicado.


Informações, Bem Paraná

Comentários

As mais visitadas

Funcionário da Copel é atingido por raio em poste de energia elétrica

PM, namorada e mais duas crianças morrem em grave acidente

UBS do Jardim Oriental em Sarandi é inaugurada