Pai mata filho após briga por ocupações de escolas


Um estudante, de 20 anos, foi morto pelo próprio pai na tarde desta terça-feira (15), em Goiânia (GO). Após atirar contra Guilherme Silva Neto, Alexandre José da Silva Neto, de 60 anos, se debruçou sobre ele e atirou contra si mesmo. De acordo com a Polícia Civil, eles tiveram uma briga na manhã de ontem por causa do envolvimento de Guilherme com as ocupações de escolas. Alexandre não concordava com a participação do filho com movimentos sociais e com o comportamento “alternativo” do jovem. Em uma conta nas redes sociais, Guilherme demonstrava interesse em assuntos ligados a questões sociais, política, e assuntos polêmicos como a cultura do estupro, aborto e gestão de Organizações Sociais (OSs) na Educação. Alexandre baleou o estudante, que conseguiu fugir, mas apenas por um quarteirão. Depois, o pai atirou quatro vezes contra Guilherme e então atirou contra a própria cabeça. Ele chegou a ser socorrido e levado ao Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo), mas morreu. O corpo de Guilherme é velado no Cemitério Jardim das Palmeiras, em Goiânia. Já o corpo do pai segue no Instituto Médico Legal (IML) da capital.

Comentários

As mais visitadas

Iluminação pública é rebaixada no Parque Alvamar II