quarta-feira, 4 de maio de 2016

Mulher que guardava R$ 20 mil no guarda-roupa é encontrada morta

Uma mulher de 58 anos foi encontrada morta no chão da cozinha da própria casa na noite desta terça-feira (3) em Pérola, no Noroeste do Paraná. Lourdes Cardoso Catosso estava com as mãos e pés amarrados e havia uma corda feita de lençóis enrolada em volta de seu pescoço. Pelos indícios, a mulher foi morta foi estrangulamento. Vizinhos informaram terem visto a vítima varrendo a calçada por volta das 15 horas de ontem. A Polícia Civil trabalha com a hipótese de latrocínio. O filho dela informou que ela guardava pelo menos R$ 20 mil dentro de uma bolsa no guarda-roupas, que não foi encontrada. O corpo foi levado ao IML de Umuarama. Ninguém foi preso até o momento.

Paranacity recebe novo comandante do pelotão da Polícia Militar



Policiais militares e autoridades locais se reuniram na noite desta terça-feira (03) em Paranacity, no auditório da Casa da Cultura, para cerimônia de assunção de comando do 2ª Pelotão da 3ª Companhia do 8º Batalhão de Polícia Militar.
O 2º Pelotão, com sede em Paranacity, tem sob sua responsabilidade territorial algumas cidades circunvizinhas e que agora terão como gestor direto de segurança pública o 1º Sargento Carlos Roberto da Luz Munhoz, profissional bem qualificado, que possui graduação superior e diversos cursos na área de segurança pública e que já prestou 25 anos de bons serviços à corporação e à comunidade.
Para o Comandante do 8º BPM, Major Ademar Carlos Paschoal, o Sargento Roberto, que assume a função é um policial dedicado, motivado e que operacionalmente, poderá diminuir os índices de criminalidade da região efetuando um policiamento de maior presença com operações policiais preventivas e repressivas contra a criminalidade. Para tanto, o Comandante afirma que também é necessário a participação e apoio da comunidade ao trabalho policial que será realizado.



As informações são da  Comunicação Social do 8ºBPM

Posse da diretoria da Associação de imprensa de Sarandi será nesta quarta-feira


Será realizada na noite desta quarta-feira (4) na Câmara Municipal, a posse da diretoria da APIS ( Associação dos profissionais de imprensa de Sarandi).O solenidade esta marcada para as 20h. Várias autoridades confirmaram presença para prestigiar este momento marcante para imprensa de Sarandi.


Homem é preso por tentar subornar policiais

Um homem tentou subornar policiais rodoviários estaduais no começo da madrugada desta quarta-feira (4) no Noroeste do Paraná. Ele atuava como batedor de veículos que carregavam cigarros contrabandeados pela PR-323 e ofereceu R$ 2 mil para que os policiais o liberassem. A PRE recusou e foi dada voz de prisão ao homem que dirigia um veículo Astra. No banco do passageiro havia notas de R$ 20 que totalizavam R$ 2 mil, além de um rádio transmissor. A PRE fez diligências na tentativa de encontrar os suspeitos que estariam com os cigarros, mas não os encontrou.

Ex-prefeito de Maria Helena é multado por nepotismo



O ex-prefeito de Maria Helena (Região Noroeste do Paraná) Osmar Trentini, teve as contas de 2008 consideradas irregulares devido à identificação de nepotismo, número excessivo de cargos comissionados, problemas em aquisições e uso de dinheiro público para propaganda pessoal. O órgão aplicou duas multas ao ex-gestor de R$ 1.450,98, totalizando R$ 2.901,96. O Tribunal de Contas do Estado apontou nepotismo na conduta de Osmar Trentini. O município chegou a fazer a contratação de um software para a pasta de Controle Interno do município, comandada por um parente do ex-prefeito, que jamais foi utilizado, com um prejuízo de R$ 17.614,61 aos cofres públicos. Ainda foram pagos R$ 2.064,02 a Alex Trentini, sobrinho do gestor, para a compra de peças automotivas e combustíveis. O tribunal identificou outras contratações sem cotação de preços que somaram R$ 12 mil. No caso dos comissionados, o número de servidores estava 21,6% acima do permitido pela Lei Orgânica do Município. Além disso, o TCE questionou o uso de dinheiro público para a impressão de 3 mil livretos considerados de propaganda pessoal justamente em ano de eleição, com custo de R$ 4,5 mil. Também foram desaprovadas as aquisições de combustíveis, lubrificantes e peças para os automóveis da prefeitura, ao custo de R$ 1 milhão; e a contratação de empresa para o fornecimento de médicos e a realização de cirurgias, com a impugnação do valor de quase R$ 800 mil. O conselheiro Fernando Guimarães defendeu a desaprovação das contas, mas ainda cabe recurso. 


Com informações: Massa News