quarta-feira, 15 de junho de 2016

UEM sobe no ranking das melhores universidades da América Latina

A Universidade Estadual de Maringá (UEM) continua entre as 120 melhores universidades da América Latina, segundo o ranking divulgado nesta terça-feira (14) pela consultoria britânica Quacquarelli Symonds (QS), especializada em avaliações de educação superior. Em relação à 2015, a instituição subiu nove posições, saltando da 120ª posição para a 111ª, ao somar 45 pontos. No topo do ranking estão duas universidades brasileiras, a Universidade de São Paulo (USP), com 100 pontos, e a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), com 99,5 pontos. Entre as paranaenses, a melhor colocada é Universidade Federal do Paraná (UFPR), que aparece em 35º lugar. Antes da UEM, ainda aparece a Universidade Estadual de Londrina (UEL), na 84ª posição. O vice-reitor da UEM, Julio Damasceno, avaliou como positivo o avanço da instituição no ranking, mesmo dentro de um cenário de restrições que penaliza as universidades públicas, e vê o desempenho das universidades do Paraná como uma "demonstração clara da qualidade do ensino superior público no Estado". Lembrando que dados como esses são resultado de um trabalho coletivo de docentes, discentes e agentes universitários, o vice-reitor ressaltou a importância da valorização das universidades públicas do Paraná que são um patrimônio científico e cultural a serviço da população paranaense.



Com informações O Diário 

Mulher é baleada na saída da UEM durante tentativa de assalto

Uma mulher de 29 anos foi baleada durante tentativa de assalto na saída da Universidade Estadual de Maringá (UEM) na noite desta terça-feira (14). Ela foi atingida no pescoço e conseguiu buscar socorro sozinha no Hospital Santa Rita. Segundo a Polícia Militar (PM), um suspeito a abordou e exigiu a entrega do carro da vítima. Em vez disso, ela acelerou e acabou alvejada. Mesmo ferida, dirigiu até o hospital para pedir socorro. Não há informações sobre o estado de saúde dela.