segunda-feira, 20 de junho de 2016

Cinco jovens morrem em acidente na BR 277 em Guaraniaçu



Cinco jovens morreram em uma colisão frontal entre um carro e uma carreta bitrem na madrugada deste domingo (19) em Guaraniaçu, no Oeste do Paraná. O acidente aconteceu por volta das 4h no quilômetro 529 da BR-277 e, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), dentro do carro foram encontradas várias latas de cerveja. As vítimas, três homens e duas mulheres, estavam em um Ford Versailles que colidiu contra a carreta. De acordo com relatos de testemunhas à PRF, o grupo voltava de uma festa e o motorista teria consumido bebida alcoólica.O automóvel, que seguia no sentido Curitiba, invadiu a pista contrária. Havia forte neblina no momento do acidente e o asfalto estava molhado. Por ser um trecho com curva, o motorista se perdeu e bateu contra o caminhão, que ao tentar desviar, atingiu um barranco. Todos morreram na hora. Pelo asfalto, ficaram espalhados alguns pedaços do carro e também algumas latas de cerveja, com sangue. Os corpos foram encaminhados ao Instituto Médico-Legal (IML) de Cascavel e a PRF registrou o boletim de ocorrência do acidente.

Câmara realiza comissão geral para debater medidas de combate à corrupção

O Plenário da Câmara dos Deputados se transforma em comissão geral, na quarta-feira ( 22), para discutir o projeto (PL 4850/16) que estabelece dez medidas de combate à corrupção, a crimes contra o patrimônio público e ao enriquecimento ilícito de agentes públicos. O presidente da Câmara em exercício, Waldir Maranhão, criou comissão especial para analisar as medidas. O debate será realizado às 9 horas. O deputado Antônio Carlos Mendes Thame (PV-SP) , um dos autores do requerimento para realização da comissão geral, destacou a importância do evento. "Esse debate atinge três pontos: o primeiro ponto é uma legislação eficiente - nós temos que mudar a legislação; o segundo ponto é a fiscalização - não adiante ter uma legislação eficiente que não seja seguido por ninguém; e o terceiro ponto é a conscientização popular. Esse debate ajuda a crescer aquela conscientização do povo que a corrupção é um mal que está na fronteira da boa administração e da boa gestão", afirmou. Entre as propostas previstas no projeto, está a criminalização do enriquecimento ilícito de agentes políticos. Atualmente, o enriquecimento ilícito é punido pela Lei de Improbidade Administrativa (Lei 8429/92), mas não prevê prisão. Pelo texto, o funcionário público que tiver patrimônio incompatível com a renda poderá ser preso por até oito anos e poderá ter a pena dobrada se os bens estiverem em nome de terceiros para ocultar o patrimônio.





Informação Câmara Federal

Jovem é estuprada por médico durante exame de endoscopia

Uma jovem de 25 anos foi estuprada durante exame de endoscopia em Governador Valadares, no Estado de Minas Gerais. A vítima foi abusada após ter sido sedada para a realização do procedimento. A vítima teria dado entrada na clínica por volta das 7h40, quando foi sedada. Por volta das 13h, ela acordou da sedação e se deparou com o homem passando as mãos em suas partes íntimas. Ao chegar em casa, a vítima começou a sentir dores e ardência na genitália e foi até uma delegacia registrar um Boletim de Ocorrência. No exame de corpo de delito o abuso foi confirmado. A Polícia Civil investiga o caso. Até a manhã desta segunda-feira (20), o médico ainda não havia sido preso.



Fonte: Bonde