segunda-feira, 10 de outubro de 2016

Obras do viaduto de Sarandi devem estar concluídas em Dezembro

As obras da construção do viaduto e trincheiras da BR376 em Sarandi seguem em ritmo acelerado.Os trabalhos envolvem a fundação dos viadutos, construção de estacas, vigas e escavação. Segundo a Agência de Noticias do Paraná o tempo seco tem ajudado a obra a ter um bom andamento. Nos dois viadutos serão colocadas vigas pré-moldadas com 25 metros de extensão. A obra está sendo feita pela concessionária VIAPAR, um investimento de R$ 40 milhões, a conclusão esta prevista para dezembro de 2016. Segundo o prefeito Carlos de Paula, parte da obra deve ser liberada já na primeira quinzena de dezembro o cruzamento que faz a ligação da zona norte com a região central e com os demais bairros. 







Com informações, Assessoria de Comunicação de Sarandi

Homem pula em córrego para salvar cachorro e morre afogado em Sarandi


Um homem morreu afogado ao tentar salvar um cachorro na tarde desta segunda-feira (10), no Córrego Pinguim, que faz limite entre os municípios de Maringá e Sarandi. A vítima aparenta ter aproximadamente 35 anos e era conhecida como Cidão. Segundo informações do Corpo de Bombeiros, o homem se lançou nas águas para retirar um cachorro. Porém, o cão conseguiu se salvar e Cidão acabou se afogando no córrego de cerca de quatro metros de profundidade. Socorristas do Siate e Samu retiraram o homem inconsciente, com parada cardiorrespiratória, e fizeram procedimentos de reanimação por 40 minutos. Como a vítima não reagiu, o óbito foi declarado com o corpo conduzido ao Instituto Médico-Legal (IML) de Maringá. Como o homem não levava documentos, espera-se a família no IML para a confirmação oficial de sua identidade.

Juiz manda bloquear Facebook em todo o Brasil por 24 horas


Mais uma vez o Facebook está na mira da Justiça brasileira, mas dessa vez não é por culpa do WhatsApp. Um juiz de Santa Catarina ordenou que a rede social fosse retirada do ar em todo o Brasil por 24 horas por desobedecer uma ordem judicial.
De acordo com a decisão de Renato Roberge, juiz eleitoral de Joinville (SC), o Facebook se recusou a tirar do ar um perfil falso que tirava sarro de um candidato à prefeitura, Udo Döhler (PMDB). A Justiça também exige que a rede social revele o IP do administrador do perfil "Hudo Caduco" e que ofereça direito de resposta ao político ofendido.
"Não há dúvida alguma de que o perfil tratado nestes autos está à margem da legislação eleitoral vigente, pois claramente criado para o fim de infirmar o candidato representante", disse o juiz na sentença. A ordem foi encaminhada para a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) para que ela obrigue as operadoras brasileiras a impedir acesso ao Facebook.
Publicidade
Procurada a assessoria da empresa disse que a decisão "já foi cumprida" e o tal perfil foi retirado do ar. A rede social, porém, não disse se forneceu ou não o IP do administrador como exigia a sentença original. "Por ora", alegou um porta-voz, "o Facebook não vai sair do ar".
Também entramos em contato com a assessoria de imprensa da Anatel, que disse ainda estar apurando a informação e não quis se posicionar. Contudo, um porta-voz afirmou que a agência "não costuma comentar ordem judicial", dando a entender que, se a ordem de bloqueio foi recebida, será obedecida.
Por outro lado, o juiz que assina a decisão, procurado pela reportagem, não quis comentar o assunto. 


Com informações Olhar Digital

Gaeco investiga cobrança irregular de multas por servidores municipais em Maringá

O Ministério Público investiga um esquema de corrupção por meio de multas aplicadas por servidores da Secretaria do Meio Ambiente da Prefeitura Municipal de Maringá. Esse foi o alvo da Operação Sibipiruna, deflagrada na manhã desta segunda-feira (10). Agentes do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e da Promotoria de Defesa do Patrimônio Público cumpriram mandados de busca e apreensão na sede da Secretaria Municipal do Ambiente, que fica dentro do prédio da prefeitura, e também em quatro casas, três delas de servidores. No fim da manhã, o promotor Pedro Ivo Andrade deu uma coletiva e informou que o caso vem sendo investigado há cerca de um ano, a partir de denúncias da cobrança de multas superfaturadas. O dinheiro seria desviado por trabalhadores públicos. Na manhã desta sexta-feira foram apreendidos documentos e computadores que vão passar por uma perícia, com o objetivo de apontar como o esquema funcionava e os envolvidos. O procurador-geral do município, Luiz Carlos Manzato, informou que os servidores suspeitos serão afastados do cargo de imediato.

Eleitor que não votou tem até dezembro para regularizar situação

Os eleitores que não votaram no primeiro turno das eleições e também não justificaram a ausência no próprio domingo (2), podem justificar o voto até o dia 1º de dezembro em um formulário de justificativa pós-eleição. O primeiro turno das eleições municipais aconteceu no último dia 2 de setembro e o segundo será realizado no dia 30 deste mês em 55 cidades. O formulário está na página do TSE (http://www.tse.jus.br/eleitor/servicos/justificativa-eleitoral/justificativa-eleitoral) e depois de preenchido deve ser entregue em um cartório da zona eleitoral onde o eleitor está inscrito. Para saber onde encontrar um cartório basta acessar a página do TRE (http://www.tse.jus.br/eleitor/zonas-eleitorais/zonas-eleitorais/pesquisa-a-zonas-eleitorais). Para quem mora no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Ceará, Rondônia e Rio Grande do Norte é possível acessar a página do TRE e usar o Sistema Justifica seguindo as orientações do site. Outro ponto que o eleitor deve estar atento é a documentação que precisa ser entregue para comprovar que estava impossibilitado de votar no dia do primeiro turno. Também precisam justificar o voto os brasileiros que estavam fora do país durante o primeiro turno das eleições. O eleitor que não fizer a justificativa não poderá obter alguns documentos como passaporte e carteira de identidade, por exemplo. A pessoa não poderá também se inscrever em concurso público entre outras penalidades.

No Paraná, já são 82 escolas ocupadas

A segunda-feira (10) começou  com pelo menos 82 escolas ocupadas em todo o Paraná por causa do protesto de estudantes contra a Medida Provisória (MP)  do governo Temer que reforma o ensino médio; Por causa das manifestações, as aulas foram suspensas. O movimento começou em São José dos Pinhais, cidade da Região Metropolitana da capital paranaense. O governo do Paraná entrou com pedidos de reintegração de posse dos colégios ocupados em todo o estado e espera para esta segunda-feira (10) a concessão de liminares. 

A MP sobre a reforma ainda terá de ser aprovada pela Câmara e pelo Senado, caso contrário, perderá o efeito. A primeira mudança importante determinada pela reforma é que o conteúdo obrigatório será diminuído para privilegiar cinco áreas de concentração: linguagens, matemática, ciências da natureza, ciências humanas e formação técnica e profissional.
Veja a lista das escolas ocupadas até a manhã desta segunda-feira.

SãoJosédosPinhais
C.E. Elza Scherner Moro
C.E. Afonso Pena
C.E. Padre Arnaldo Jansen
C.E. Costa Viana
C.E. Silveira da Motta
C.E. Hebert de Souza
C.E. Chico Mendes
C.E. Juscelino K. de Oliveira
C.E. Pe. Antônio Vieira
C.E. São Cristóvão
C.E. Angelina Prado
C.E. Shirley
C.E. Guatupê
C.E. Lindaura Ribeiro
C.E. Estadual Ipê
C.E. Unidade Polo
C.E. Barro Preto
C.E. Zilda Arns
C.E. Tiradentes
Londrina
C.E. Albino Feijó Sanches
C.E. Maria Aguilera
C.E. Vani Ruiz
C.E. Polivalente
C.E. Willie Davids
C.E. Hugo Simas
C.E. Margarida Barros
Colégio de Aplicação da UEL
Instituto de Educação
Curitiba
Colégio Estadual do Paraná
C.E. Algacyr Maeder
C.E. Teobaldo Kletemberg
C.E. Teotônio Vilela
C.E. Ernani Vidal
C.E. Cruzeiro do Sul
C.E. Benedicto J. Cordeiro
C.E. Brasílio de Castro
C.E. Cecilia Meireles
FazendaRioGrande
C.E. Cunha Pereira
C.E. Anita Cannet
C.E. Lucy Requião
C.E. Jorge Andriguetto
C.E. Abilio Lourenço
C.E. Décio Dossi
C.E. Olindamir Claudino
Pinhais
C.E. Arnaldo Busato
C.E. Tenente Sprenger
C.E. Daniel Rocha
C.E. Castelo Branco
C.E. Amyntas de Barros
C.E. Mathias Jacomel
C.E. Leocádia Ramos
C.E. Ottília Homero
Cascavel
C.E. Castelo Branco
C.E. Olinda Truffa
C.E. Wilson Joffre
C.E. Santos Dumont
C.E. Horácio Ribeiro
C.E. Jardim Clarito
C.E. Marcos Shuster
PontaGrossa
C.E. Ana Divanir Borato
C.E. Polivalente
C.E. Regente Feijó
C.E. Epaminondas Ribas
C.E. Meneleu Torres
C.E. Pietro Martinez
Maringá
C.E. Brasílio Itibere
C.E. Tomaz Edison
C.E. Tânia Varella
PatoBranco
C.E. de Pato Branco
C.E. do Campo São Roque
Toledo
C.E. Novo Horizonte
C.E. Atílio Fontana
Colombo
C.E. Helena Kolody
C.E. Vinicius de Moraes
Matinhos
C.E. Sertãozinho
CampoLargo
C.E. Macedo Soares
Piraquara
C.E. Rosilda de Souza
MarechalCândidoRondon
C.E. Frentino Sackser
Mandaguaçu
C.E. Parigot de Souza
RioBrancoDoSul
C.E. Maria da Luz Furquim
Guaratuba
C.E. Zilda Arns Neumann
Paranaguá
C.E. José BonifácioUNIVERSIDADES OCUPADAS
(contra a PEC 241 entre outras pautas)
UNIOESTE - Marechal Rondon