sexta-feira, 14 de outubro de 2016

Professores da Universidade Estadual de Maringá aprovam greve

Por 86 votos favoráveis a oito contrários, os professores da Universidade Estadual de Maringá (UEM) aprovaram greve por tempo indeterminado a partir de segunda-feira (17). No mesmo dia também paralisam as atividades os servidores técnicos e administrativos da instituição, os docentes da rede estadual e os policiais civis. Os professores universitários entram em greve para pressionar o governo do Estado pelo pagamento da data-base em janeiro de 2017. A promessa havia sido feita em 2015, como um dos compromissos para acabar com o movimento grevista na ocasião.Porém, um dia após as eleições municipais deste ano, Beto Richa enviou a emenda 43 à Assembleia Legislativa do Paraná para suspender o reajuste, com a justificativa da necessidade de equilibrar os cofres públicos. Os servidores entendem que haverá um calote do governo, por isso, aprovaram a paralisação.

Comissão da reforma política será instalada na próxima semana na Câmara


Já com relator definido, o deputado Vicente Cândido (PT-SP), a comissão especial que vai analisar novos pontos de uma reforma política deve começar a trabalhar na próxima semana. Segundo o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), a expectativa é que o colegiado seja instalado o mais rápido possível para que consiga concluir um texto sobre a mudança no sistema eleitoral brasileiro a tempo da proposta ser votada no plenário da Casa até início de novembro. Defensor do voto em lista, Maia argumenta que este modelo seria a melhor alternativa, uma vez que o financiamento privado de pessoas jurídicas, proibido nas últimas mudanças das regras eleitorais, parece uma página virada. A proposta foi vencida na última tentativa de construir uma reforma ampla, mas, para o democrata, com a experiência das eleições municipais deste mês, com recursos exclusivamente públicos, agora o ambiente é mais propício a mudanças.“Você faz eleição por estado. Ao invés de fazer 70 campanhas para deputado federal no estado do Rio de Janeiro, vai fazer uma. Ao invés de fazer 100 campanhas para deputados estaduais você vai fazer uma. Além de existirem bons exemplos na Europa, tem a questão do custo, muito menor do que o modelo atual e do que o voto distrital. que seriam 513 campanhas no país inteiro”, disse. Com a lista, seriam 27 campanhas para as eleições majoritárias, exigindo um investimento menor. “Se prevalecer a lista fechada com financiamento público vai ter que ter uma regra para distribuição do dinheiro, senão acaba gerando um super poder em presidentes de poucos partidos”, afirmou Maia, ao deixar a Câmara para um encontro com o ministro Gilmar Mendes, na sede do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O presidente da Câmara lembrou que o acordo com o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) é de que as Casas tratem separadamente sobre os diferentes temas da reforma política. O Senado ficará encarregado, por exemplo, da proposta sobre o futuro das coligações.

Homem morre após ser picado no calcanhar por cobra

Um homem de 28 anos morreu depois de ser picado por uma cobra no calcanhar. O incidente aconteceu no distrito de Itaiacoca, em Ponta Grossa, na região dos Campos Gerais do Paraná. Ele foi picado na tarde de quarta (12) e morreu na madrugada desta quinta-feira (13). Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, a cobra era uma jararaca. Familiares do homem estavam o levando para Ponta Grossa quando, na PR-513, encontraram uma ambulância do Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate). Ao ser socorrido, o homem estava inconsciente, com náuseas e taquicardia. Equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) também acompanharam a situação. Ele morreu no Hospital Municipal Amadeu Puppi. Casos Ainda de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, de janeiro de 2010 até esta quinta, 59 ocorrências de acidentes por animais peçonhentos foram registrados em Ponta Grossa. Neste ano, foram nove casos. A maior incidência é entre os meses de janeiro a abril – neste período, concentram-se 37 destas ocorrências. Dados da pasta também indicam que a maioria das vítimas tem de 20 a 49 anos, com 33 casos. Além disso, 44 ocorrências aconteceram com homens, o que equivale a 74% do total; os demais 15 casos foram registraos com mulheres, representando 26% das situações. 





Com informações,  G1 Campos Gerais e Sul.

Multa ficará mais pesada para quem for pego alcoolizado ao volante


Quem for pego pela Operação Lei Seca dirigindo alcoolizado ou se recusar a fazer o teste do bafômetro, a partir do dia 1º de novembro, pagará uma multa muito superior ao valor cobrado atualmente, que é de R$ 1.915. Devido a mudanças na legislação de trânsito, o valor subirá para R$ 2.934,70 e o motorista ainda terá a carteira de habilitação suspensa pelo prazo de 12 meses.O motorista que falar ao celular enquanto dirige também será penalizado com mais rigor: de infração média (multa de R$ 85,13) para gravíssima (R$ 191,54). E quem estacionar indevidamente em vaga de idoso ou deficiente perderá sete pontos na carteira. De acordo com o coordenador da Lei Seca, tenente-coronel da Polícia Militar, Marco Andrade, para que o trânsito seja humanizado, é necessário a contribuição de todos. Existe o esforço legal de tentar inibir as transgressões através das penalizações. A multa é para chamar a atenção. “O grande objetivo é a reeducação, não temos prazer em multar”, explicou. A Operação Lei Seca, iniciada em 2009, trouxe uma mudança para a realidade da segurança nas ruas e estradas do Estado do Rio. Segundo dados do Instituto de Segurança Pública (ISP) e do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), o número de mortes em 2009 foi de 59 por 100 mil veículos. No ano passado, ficou em 29 para cada 100 mil veículos, uma redução de aproximadamente 50%. Segundo o coronel Marco Andrade, “quando começamos, há sete anos, 20% dos motoristas eram flagrados sob efeito do álcool. Hoje, este número caiu para 7%. Da mesma forma, esperamos um amadurecimento com relação ao uso do cinto de segurança no banco de trás, com a não utilização do celular ao volante e o respeito às regras de velocidade. Precisamos que a sociedade compre essa ideia”, afirmou. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), o Brasil é o quarto país do mundo com o maior número de mortes em acidentes de trânsito por ano. O país tenta cumprir uma meta estipulada pela Organização das Nações Unidas (ONU): uma redução em 50%, no período 2011-2020, de casos fatais em acidentes viários. 





Fonte: Agência Brasil

Policial é agredido e tem arma roubada


Um policial militar foi agredido durante um assalto no início da noite de quinta-feira (13), na Praça Souza Naves, Zona 3 de Maringá. Um rapaz conhecido como ‘Diabo Loiro’ e uma mulher atacaram o profissional. O rapaz aparentava estar alterado pelo consumo de drogas ou álcool e partiu para cima do policial de 46 anos, que ficou bastante machucado e precisou de atendimento médico. Em estado grave, o homem recebeu socorro de uma equipe do Siate e foi levado para a Santa Casa de Maringá. Policiais militares iniciaram buscas pela cidade e localizaram o casal acusado na Vila Operária Os dois foram presos e encaminhados à 9ª Subdivisão Policial de Maringá. 


Com informações, Massa News