domingo, 30 de outubro de 2016

Aposta de MG leva R$ 76,5 mi da Mega-Sena; prêmio é o 2º maior do ano


Acumulado há oito sorteios, o prêmio da Mega-Sena finalmente teve vencedor. Um apostador de Varginha (MG) ganhou sozinho o valor de R$ 76.548.193,31. Os números do concurso 1.871 saíram na noite deste sábado (29). São eles: 03- 11- 17- 33- 52- 58. Outras 275 apostas dividiram a bolada da quina e levaram, cada uma, R$ 20.893,81. Já a quadra teve 15.560 vencedores, e cada um ganhou R$ 527,52. O próximo concurso, o 1.872, tem estimativa de prêmio de R$ 2,5 milhões e excepcionalmente será sorteado na noite da quinta-feira (3), em vez da quarta (2), como sempre ocorre. Este foi o décimo e último sorteio no mês de outubro, e o prêmio estava acumulado há oito sorteios. O valor é o segundo maior do ano, perdendo apenas para o do concurso 1.810, de 20 de abril. Na ocasião, um jogo de Cabrobó (PE) garantiu, sozinho, R$ 92.303.225,84. O prêmio desta noite também se tornou o nono maior da história dos concursos regulares da Mega. O líder do ranking (ver abaixo) foi o concurso 1.764, em 25 de novembro de 2015, no qual uma aposta vencedora levou R$ 205.329.753,89. O que dá para fazer? O prêmio de R$ 75 milhões aplicado na poupança renderia mais de R$ 493 mil. O valor também seria suficiente para comprar 150 imóveis de R$ 500 mil cada um. Ou, então, adquirir 500 carros de luxo, no valor de R$ 150 mil cada um. No último concurso, o 1.870, os números sorteados foram: 18 - 20 - 30 - 32 - 33 - 40. Dos dez sorteios realizados em outubro, em apenas dois houve vencedores: no primeiro sorteio do mês, no dia 2, válido pelo concurso 1.862; e no deste sábado. No sorteio anterior com vencedores, duas apostas de Belo Horizonte acertaram os seis números e dividiram o prêmio de R$ 5.830.364,24. A chance de se acertar as seis dezenas da Mega-Sena é de uma em 50.063.860 possibilidades.

Na saída de balada, jovem sofre atropelamento criminoso em Maringá

Na saída da balada, um jovem de 18 anos foi atropelado no fim da madrugada deste sábado (29), na Zona 5 de Maringá. O motorista da caminhonete envolvida fugiu sem prestar socorro e há suspeita de um ato criminoso, intencional e programado. Um grupo de jovens estava em uma casa noturna próxima à Praça do Expedicionário. Na saída, os rapazes foram atravessar a Avenida Luiz Teixeira Mendes e uma Toyota Hilux teria sido lançada contra eles, atingindo Miguel Lucas Roco Machiski, 18. O motorista da caminhonete seguiu caminho sem prestar socorro, enquanto Machiski recebeu atendimento do Corpo de Bombeiros. Ele apresentava um trauma na cabeça e foi encaminhado ao Hospital Santa Rita correndo risco de morte. Suspeita-se de um atropelamento criminoso, pois teria havido uma confusão na boate, mas Miguel Lucas Roco Machiski não seria o alvo, fato que será investigado pela polícia.





Com Informações, Massa News

Candidato à Prefeitura de Maringá, Silvio Barros (PP) vota pela manhã


O candidato Silvio Barros (PP), que concorre à Prefeitura de Maringá, no norte do Paraná, votou no início da manhã deste domingo (30) na Escola Municipal Natalia Lima, que fica no Conjunto Santa Felicidade.
Ele estava acompanhado da esposa, Bernadete Barros, e da candidata à vice-prefeita Akemi Nishimori. O ministro da Saúde, Ricardo Barros, que é irmão do candidato, e a vice-governadora do Paraná Cida Borghetti – cunhada de Silvio Barros – também estavam no local.
"Estou muito animado, estou otimista e confiante de que na hora de as pessoas apertarem o número e confirmarem estarão analisando com carinho o que nós já conquistamos e devemos preservar e as melhorias que a gente ainda pode ter. Estou muito otimista porque sei que os maringaenses não querem perder aquilo que já têm", disse o candidato do PP.
O candidato do PDTUlisses Maia, deve votar por volta das 10h.

Candidato à Prefeitura de Maringá, Ulisses Maia (PDT) registra o voto no Colégio Santo Inácio


O candidato Ulisses Maia (PDT), que concorre à Prefeitura de Maringá, no norte do Paraná, votou por volta das 10h30 deste domingo (30) no Colégio Santo Inácio.
Ele chegou acompanhado da família –a esposa e dos filhos –, além do candidato a vice-prefeito Edson Scabora (PV).
"Estou muito feliz. Fiz uma campanha limpa, uma campanha sempre falando a verdade e tenho certeza que a população gostou das nossas ideias. Apresentamos propostas para Maringá, solução para os seus problemas, e a expectativa é a melhor possível., disse o candidato do PDT.
O candidato Silvio Barros (PP), que também disputa o segundo turno, votou no início desta manhã na Escola Municipal Natalia Lima, que fica no Conjunto Santa Felicidade.

Multas ficam até 244% mais caras a partir de terça-feira


A partir de 1 de novembro, multas de trânsito terão valor reajustado. O valor não era aumentado desde 2000, quando o antigo indexador Ufir, foi extinto.
De acordo com a lei 13.281, além do reajuste das multas, indica outras mudanças,entre elas o aumento da velocidade permitida em rodovias e BRs com pista dupla. Para automóveis, camionetas e motocicletas, passa a ser de 110 Km/h; para outros veículos, 90 Km/h. Em rodovias simples, está permitido 100 Km/h para automóveis, camionetas e motocicletas e 90 Km/h para os demais veículos.
 A partir do dia 1, quem pagar a multa com antecedência terá desconto de 40% no valor. Com relação ao documento de porte obrigatório do veículo, ele não será exigido se o agente policial tiver acesso à Internet e puder fazer a verificação do documento de forma online.
 Valores
 Infração leve - De R$ 53,20 para R$ 88,38 (aumento de 66%)
Parar sobre a faixa de pedestres ou calçada, usar a buzina em local ou horário proibidos pela sinalização.
 Infração média - De R$ 85,13 para R$ 130,16 (aumento de 52%)
Transitar em horário ou local proibidos, dirigir com o braço para fora, farol ou lanterna queimados.
 Infração grave - De R$ 127,69 para R$ 195,23 (aumento de 52%)
Estacionar sobre faixa de pedestres ou ciclovia, não dar seta, conduzir o veículo em mau estado de conservação.
 Infração gravíssima - De R$ 191,54 para R$ 293,47 (aumento de 53%)
Falar ou manusear celular ao volante, estacionar em vagas reservadas para deficientes e idosos, dirigir sem carteira de habilitação, disputar racha, forçar a ultrapassagem em estradas e recusar fazer o teste do bafômetro.
 Som alto
Uma novidade, oficializada este mês, também promete gerar muita polêmica. Através da resolução 624 do Contran, está proibida a utilização de som audível pelo lado externo do veículo, independente do volume. De acordo com a resolução, não é necessário o uso de aparelho de medição (decibelímetro), sendo o agente policial responsável pela verificação.
Qualquer som que represente perturbação será autuado, com multa grave (R$ 195,23) e perda de cinco pontos na carteira. Além da multa, dependendo do caso, pode ser considerado crime de perturbação do sossego, gerando termo circunstanciado e abertura de processo. O policial orienta que quem trabalha com divulgação de eventos e necessita do som deve ter alvará de funcionamento concedido pela Prefeitura e Ciretran.