Postagens

Mostrando postagens de Novembro 4, 2016

Mulher é acusada de fingir câncer para arrecadar dinheiro

Imagem
A Polícia Civil de Apucarana investiga uma mulher acusada de mentir sobre um tratamento de câncer para arrecadar dinheiro. Duas amigas que vinham ajudando a suposta paciente passaram a desconfiar da doença, levantaram indícios e denunciaram o caso, o que levou a abertura de um inquérito policial. A dona de um centro de estética, uma das denunciantes, contou que conheceu Nerileine Aguilar Miranda, que teria recentemente se curado de um caso de leucemia, em 2014. 
Comovida com a história, a empresária passou a incentivá-la e chamou inclusive para trabalhar em seu estabelecimento. Em julho deste ano, Nerileine declarou que precisava fazer exames caros, mas não tinha dinheiro, e pediu para usar o nome do centro em uma rifa beneficente. Em seguida, no mês de agosto, outra promoção, desta vez uma macarronada, inclusive com envolvimento do comércio de Apucarana e entidades, para pagar o tratamento de um novo câncer que havia tomado seu intestino. 
Nas promoções foram arrecadados cerca de…

Elementos tentam roubar caminhonete de policial na saída de bar

Bandidos tentaram roubar uma caminhonete de um policial civil no fim da noite de quinta-feira (3), no Centro de Maringá. Ele saía de um bar quando foi abordado por dois ladrões armados. O caso aconteceu na Praça Interventor Manoel Ribas e o policial reagiu, atirando, o que assustou os ladrões. Os bandidos acabaram fugindo a pé pela Avenida Tiradentes, sem roubar a Toyota Hilux. Após a fuga, a Polícia Militar foi chamada e registrou um boletim de ocorrência sobre a tentativa de roubo. 


Com informações: Massa News

Vereador e integrantes do MST são presos em operação da Polícia Civil

O vereador eleito em Quedas do Iguaçu, Claudelei Torrente de Lima (PT), e mais sete integrantes do Movimento Sem Terra (MST), inclusive o dirigente nacional do movimento, foram presos na manhã de sexta-feira (4), durante a operação Castra da Polícia Civil do Paraná. As investigações apontaram 14 pessoas envolvidas na organização criminosa suspeita de furtos, roubos, invasão de propriedade, incêndios criminosos, cárcere privado, lesão corporal, porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e irrestrito e constrangimento ilegal.As prisões e apreensões foram realizadas em Quedas do Iguaçu, Francisco Beltrão, Laranjeiras do Sul, e também em São Paulo e no Mato Grosso do Sul. Foram expedidos 14 mandados de prisão preventiva, 10 de busca e apreensão e ainda dois de condução coercitiva, quando a pessoa é levada para prestar depoimento na delegacia.Ao todo, 70 policiais participam da operação. Estes de Cascavel, Francisco Beltrão e Laranjeiras do Sul, além da Denarc de Cascavel, do Centro de O…