terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Homem é acusado de espiar mulheres para atos libidinosos em Maringá

Um homem foi levado à 9ª Subdivisão Policial de Maringá no início da madrugada desta terça-feira (31), acusado de atos libidinosos. Um grupo de mulheres denunciou que ele ficaria observando moradoras dos bairros Oásis e Liberdade para se excitar. Uma das vítimas, que mora no Jardim Oásis, contou que o assédio não seria algo recente, mas há três anos o acusado vem se masturbando pelo bairro. Ele inclusive teria subido em muros para espiar as moradoras. A mulher destacou que já não consegue conviver com o medo, pois existe o temor de que ele vá além da observação e parta para um estupro. Justamente por causa desse medo, vigilantes foram contratados para o bairro e contiveram o suspeito até a chegada da Polícia Militar. O tenente do 4º Batalhão da PM Ulisses de Deus Gomes destacou que a acusação é grave. Ele ressalta a necessidade dos moradores denunciarem as suspeitas para coibir os crimes, no intuito de um trabalho preventivo antes dos danos. A preocupação do tenente é a mesma da vítima: “se ele ficaria somente na questão de ficar observando ou se ele tinha a intenção de ir além disso”, ressaltou. A Polícia Civil vai investigar o caso, mas o acusado de 31 anos nega.



Fonte: Massa News

PREFEITURA E ACIS SE UNEM PARA CRIAR O CONSELHO DE DESENVOLVIMENTO DE SARANDI (CODES)


Prefeito de Sarandi, Walter Volpato, empresários e representantes de entidades do município participaram de um encontro na sexta (27/01), na Associação Comercial da Maringá (Acim), para conhecer o trabalho do Conselho de Desenvolvimento Econômico (Codem). Foi o primeiro passo para a instalação do Conselho de Desenvolvimento Econômico de Sarandi (Codes). “Gosto muito da ideia. Nós temos que crescer juntos. O Codem é um modelo de gestão que faz junto com o poder público e consegue ser mais assertivo”, disse o presidente do Codem, Edson Cardoso Pereira. Cardoso disse ter se impressionado com o empenho e preocupação do prefeito em criar o conselho, porque não é uma postura comum. “A maioria dos prefeitos fica com o pé atrás quando os empresários se movimentam para criar um conselho. Pensam apenas como político e temem a perda do domínio total. O Volpato é mais empresário do que político. É incrível o quanto ele se emociona ao falar de Sarandi. Um empresário gerindo o dinheiro do povo é o gestor ideal”, completa. Em sua avaliação, Sarandi reúne condições bem melhores que as de Maringá, na época da criação do Codem, nos anos 90. “O Codes pode alcançar o estágio de Maringá muito mais rápido. Fiquei muito satisfeito com o resultado da reunião”. O presidente do Codem aproveitou para dar um conselho aos empresários de Sarandi. “Os empresários têm que se deixar permear pelo que sente o Volpato. Ele já deu carta branca. Agora só depende dos empresários”, Sarandi do presente e do futuro Para Volpato, o Codem é a melhor referência para implantação do conselho de Sarandi. “Se deu certo em Maringá, por que não em Sarandi? Nós estamos pensando na Sarandi do futuro, com 150 ou 200 mil habitantes. Temos convicção que um Conselho pode ajudar muito no planejamento e desenvolvimernto da cidade”. Na opinião do presidente da Associação Comercial de Sarandi (ACIS), José Ricardo Pereira, a iniciativa é “um passo histórico” para o município. “A nova gestão está preocupada com a economia da cidade. É hora de unir todas as forças para garantir um futuro melhor para Sarandi”, finaliza Pereira. A próxima reunião para dar continuidade a esse debate, acontece no dia 10 de fevereiro na sede da Associação Comercial de Sarandi. 



Fonte: Assessoria de Comunicação Social de Sarandi