Ministério Público pede prisão preventiva de Boca Aberta


O Ministério Público pediu na manhã desta sexta-feira (26) a prisão preventiva do ex-vereador cassado, Emerson Petriv (PR), o 'Boca Aberta', por conta de um descumprimento judicial de ficar a pelo menos 500 metros distante do vereador Mário Takahashi (PV). 

Durante a deflagração da 'Operação ZR3', do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), na quarta-feira (24), Boca Aberta esteve próximo do vereador afastado na Câmara Municipal de Londrina e também no Centro de Reintegração Social de Londrina (Creslon) quando Mário Takahashi foi colocar a tornozeleira eletrônica. 

Desta forma, a promotora Solange Novaes da Silva Vicentin pediu a prisão de Boca Aberta. "Diante do exposto, o Ministério Público manifesta-se favoravelmente ao requerimento apresentado por Mario Hitoshi Neto Takahashi, a fim de que seja decretada a prisão preventiva de Emerson Miguel Petriv", diz a ordem judicial. O pedido foi enviado ao juiz de direito.

Comentários

As mais visitadas

OCORRÊNCIAS DO SETOR POLICIAL EM MARINGÁ FINAL DE SEMANA

Ordem de serviço autoriza construção de uma nova Unidade Escolar Estadual em Sarandi

POLÍCIA DE MARINGÁ FLAGRA TÉCNICO DE FUTEBOL ABUSANDO DE MENINA DE 11 ANOS