terça-feira, 13 de julho de 2010

Homem pensa ter matado a mulher e é preso quando dava queixa à Polícia

Policiais da Delegacia de Guaratuba, Litoral do Estado, prenderam nesta segunda-feira (12) dois homens que tentaram matar uma mulher. De acordo com o delegado Messias Antonio da Rosa, após ser esganada e espancada, a vítima conseguiu sobreviver aos ferimentos e chamou a polícia. O marido, um dos autores do crime, nem imaginava que ela sobrevivera e foi preso no momento em que registrava um boletim de ocorrência pelo sumiço dela.

Segundo a polícia, no último sábado (10) Sebastião Costa, 43 anos, descobriu que a esposa, Fabiana Ferreira de Souza, 29, com quem era casado há 17 anos, ia sair de casa para viver com outro homem e levaria os cincos filhos e o carro do casal com ela. “Inconformado, ele tentou enforcá-la, fazendo-a desmaiar”, explicou o delegado. Em seguida, pediu a ajuda do amigo e vizinho, Osvaldo Alves de Morais, 60, para transportar o corpo até o Rio Cubatão, onde seria despejado.

“Dois quilômetros antes do rio, eles colocaram o corpo dela no chão e deram socos e chutes”, acrescentou o delegado. Levaram a mulher novamente no porta-malas e foram até o rio, onde a jogaram. Mesmo com os ferimentos graves, Fabiana não morreu, conseguiu recuperar os sentidos, sair do rio e pedir ajuda na estrada, na madrugada do domingo (11).

“Ela foi encaminhada ao Pronto-Socorro Municipal, onde recebeu os primeiros socorros. Como seu estado era grave, foi removida ao Hospital Regional, em Paranaguá”, disse o delegado Messias. Antes de ir para o hospital, Fabiana contou à polícia que os autores da tortura eram seu marido e um amigo dele.

De acordo com o delegado, nesta segunda-feira, sem saber que a mulher conseguiu sobreviver e contar tudo à polícia, Costa foi até a delegacia para registrar um boletim de ocorrência pelo “sumiço” da esposa. Imediatamente os policiais o identificaram como o autor da tentativa de homicídio e o prenderam.

“Ele confessou o crime e entregou o amigo”, esclareceu o delegado. Na delegacia, Morais admitiu que ajudou Costa por amizade. Os dois foram autuados por tentativa de homicídio, e Costa será indiciado ainda por falsa comunicação de crime, por mentir para a polícia. Os dois estão na Delegacia de Guaratuba

Nenhum comentário:

DESTAQUE

Ordem de serviço autoriza construção de uma nova Unidade Escolar Estadual em Sarandi

Na tarde da última quinta-feira (04), o Prefeito Walter Volpato (PSDB) recebeu em seu gabinete, o Diretor Presidente do FUNDEPAR – Inst...