segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Após uma semana sequestrada adolescente é libertada

O Grupo Tigre, de Curitiba, e a Polícia Civil de Paranavaí puseram fim ao seqüestro de uma adolescente de 17 anos, por volta das 23h30 de sábado (23), em Umuarama, a 170 quilômetros de Maringá. O cativeiro da vítima, que não foi agredida mas que está em estado de choque, ficava em uma kitnet em um bairro central do município.

Dois homens de São Paulo e duas mulheres de Umuarama foram presos. Eles estão em Paranavaí e responderão pelo crime de extorsão mediante sequestro.

A adolescente é filha de um empresário que é dono de uma rede de postos de combustível em Paranavaí. Ela foi seqüestrada na noite do dia 16 de outubro, na casa onde vive com os pais.

De acordo com o chefe do Grupo Tigre, Riad Farhat, os quatro seqüestradores estudaram a rotina da família por algumas semanas antes de executar o crime. “Provavelmente, um marginal da região ligou para os dois homens de São Paulo sugerindo que sequestrassem a filha do empresário.”

O Grupo Tigre chegou a Paranavaí um dia após o sequestro para realizar a investigação. Além dos dois delegados e dos 11 investigadores do grupo, um delegado e sete investigadores da Polícia Civil de Paranavaí participaram da operação.

Nenhum comentário:

DESTAQUE

Ordem de serviço autoriza construção de uma nova Unidade Escolar Estadual em Sarandi

Na tarde da última quinta-feira (04), o Prefeito Walter Volpato (PSDB) recebeu em seu gabinete, o Diretor Presidente do FUNDEPAR – Inst...